previous arrow
next arrow
Slider

100 anos depois – Ciclo de Conferências Saúde e Cultura: Pneumónica e Investigação

Francisco George, ex-Diretor Geral da Saúde e atual Presidente da Cruz Vermelha Portuguesa, Ana Grenha, Investigadora da Universidade do Algarve na área das ciências farmacêuticas, e Paulo Girão, professor de História no Agrupamento de Escolas de Monchique, foram os oradores da conferência sobre a Pneumónica e a Investigação, organizada pela Administração Regional de Saúde do Algarve com o apoio do Centro Hospitalar Universitário do Algarve, que juntou cerca de meia centena de participantes, esta sexta-feira, dia 13 de abril, no auditório da unidade de Faro do Centro Hospitalar Universitário do Algarve.

No decorrer da sessão que teve como moderadora, Ana Cristina Guerreiro, Diretora do Departamento de Saúde Pública e Planeamento da ARS Algarve, Ana Grenha, Investigadora do Centro de Ciências do Mar (CCMar) e Centro de Investigação Biomédica (CBMR) da Universidade do Algarve, abordou a sua experiência na área da investigação e estratégias de administração de fármacos nos tratamentos das doenças pulmonares. Paulo Girão, autor da Tese de Mestrado em História Regional e Local – «a gripe pneumónica no Algarve:1918», traçou uma contextualização histórica deste período na região.

«A Pneumónica – pandemias da gripe» foi o tema da comunicação de Francisco George que, no âmbito da sua vasta experiência profissional ligada à Saúde Pública, abordou esta temática de uma forma abrangente e traçando uma perspetiva sobre os diferentes períodos e pandemias ao longo dos tempos.

Esta iniciativa marca o início do Ciclo de Conferências Saúde e Cultura evocativas do centenário de três acontecimentos marcantes de 1918, a Pneumónica ou Gripe Espanhola, a inauguração do Sanatório Carlos Vasconcelos Porto em São Brás de Alportel e o fim da 1ª Guerra Mundial, promovidas pela Direção Regional de Cultura do Algarve, em parceria com a Administração Regional de Saúde do Algarve, a Universidade do Algarve e a Câmara Municipal de São Brás de Alportel.

As várias conferências, promovidas por cada uma das entidades entre os meses de abril e novembro de 2018, terão como mote uma contextualização histórica e cultural da época, associada a uma abordagem em torno de fenómenos semelhantes existentes na atualidade.

De referir que este Ciclo de Conferências conta com o apoio do Centro Hospitalar Universitário do Algarve, do Instituto de Higiene e Medicina Tropical da Universidade Nova de Lisboa, dos Comboios de Portugal, do Museu do Trajo de São Brás de Alportel, da Secção Regional do Sul Ordem dos Arquitetos e da Sub-Região de Faro da Ordem dos Médicos.

Consultar: Programa do Ciclo de Conferências Saúde e Cultura

Voltar
Area Cidadão