previous arrow
next arrow
Slider

Projeto piloto na área da segurança alimentar avança com celebração de protocolo entre ARS Algarve e in LOCO

A Administração Regional de Saúde do Algarve celebrou esta terça-feira, dia 25 de julho de 2017, um protocolo de colaboração com a Associação in LOCO, criando desta forma as condições para avançar com o projeto-piloto que visa avaliar e monitorizar o estado de segurança alimentar da população algarvia e implementar um «Observatório da Segurança Alimentar» na Região.

Este protocolo, assinado pelo Presidente do Conselho Diretivo da ARS Algarve, Dr. Paulo Morgado, e pelo Presidente da Associação in LOCO, Dr. Artur Gregório, tem como objetivo «enquadrar a parceria e a cooperação institucional» entre as duas instituições, visando «a promoção da segurança alimentar na região do Algarve» e a implementação do «projeto-piloto, intitulado (in) Segurança Alimentar» (baseado no INFOFAMILIA da DGS) para avaliar o grau de segurança alimentar de uma amostra de 384 agregados familiares no Algarve, escolhidos aleatoriamente em cada município da Região.

No âmbito deste protocolo, único a nível nacional, a ARS Algarve compromete-se «referenciar situações de insegurança alimentar e agregados familiares em risco» para que possam ser integrados nas atividades e, desta forma, beneficiar dos seus resultados e «criar condições internas para a manutenção e aprofundamento do Observatório da Segurança Alimentar».

O protocolo estabelecido visa ainda desenvolver competências na área da Alimentação saudável e acessível, tendo por base a Dieta Mediterrânica, junto dos profissionais que trabalham com os grupos de risco, capacitar os agregados familiares para as vantagens desta alimentação e promover publicamente os resultados obtidos através do Observatório da Segurança Alimentar do Algarve, com supervisão da DGS.

Voltar
Area Cidadão