Apoio Psicológico a utentes e profissionais covid -19
banner_receitas poéticas
folheto_rastreio_retinopatia_BANNER2
banners_site2017_mamografia3
banner_verao&saude_sns
banner_vacinacao_covid
covid_regras_2
banner_GABINETESAUDEMENTAL_covid19_3
banner_obrigado_covid19
previous arrow
next arrow

1ª Jornadas da Saúde e Educação Infantil do Essência Positiva em Quarteira

As necessidades educativas especiais e as dificuldades específicas de aprendizagem das crianças estiveram em debate na sexta-feira, dia 21 de março, nas 1ª jornadas da Saúde e Educação Infantil, organizado pelo Centro Clínico – Essência Positivo, no Centro Autárquico de Quarteira. O encontro juntou várias dezenas de profissionais de saúde e da educação do Algarve e contou com a presença do Presidente do Conselho Diretivo da ARS Algarve IP, Dr. Moura Reis, que traçou uma breve perspectiva sobre o trabalho desenvolvido na Região do Algarve na área da promoção e prevenção da saúde mental infantil.

Na sua intervenção na sessão de abertura, na presença da Presidente da Centro Clínico – Essência Positiva, Dra. Tânia Rodrigues, do Presidente da Junta de Freguesia de Quarteira, Eng. Telmo Pinto, o Presidente da ARS Algarve IP, sublinhou a importância que este tipo de encontros assumem ao juntar profissionais da área da saúde, educação e IPSS, defendendo que «só com um trabalho em parceria, é possível encontrar soluções que contribuam para uma melhoria continua quer no apoio, na assistência e na prestação de cuidados de saúde nesta área essencial e tão sensível como é a atividade com as várias vertentes e problemáticas na infância e na família». 

Salientando que no Algarve ao longo dos últimos anos tem sido dado particular atenção às questões de promoção da saúde nas crianças e jovens com o desenvolvimento de vários projetos e programas regionais ,no sentido de prestar o apoio nos contextos naturais de vida das crianças e envolver ativamente os principais prestadores de cuidados, como potenciadores das suas capacidades de desenvolvimento psicomotor e cognitivo, de forma a promover uma plena inclusão social, o Presidente da ARS Algarve IP destacou a título de exemplo do trabalho desenvolvido pelos oito Grupos de Apoio à Saúde Mental e Infantil, GASMI, na promoção de atividades e ações de promoção de competências parentais e de apoio a crianças de risco com psicopatologia ligeira e pela Subcomissão Regional do Algarve do Sistema Nacional de Intervenção Precoce na Infância (SNIPI) no Algarve e das respetivas Equipas Locais de Intervenção que têm permitido encontrar soluções que melhoram de forma contínua o Sistema de Intervenção Precoce quer na referenciação, no apoio, na assistência e na prestação de cuidados de saúde.

No decorrer do encontro foram abordados pelos diversos participantes temas como «o paradigma da inclusão: da teoria à realidade»; «a promoção da resiliência como fator de bem-estar»; a «Disfunção de integração sensorial: o impacto no desenvolvimento e aprendizagem»; e «a inclusão dos jovens com deficiência no desporto», «as NEE sob a perspetiva da pediatria»; «a violência e o bullying na ‘diferença’»; os «desafios e dilemas das famílias com filhos com NEE», a «perspetiva dos pais sobre as NEE e as DEA» e a educação especial, entre outros.

 

Voltar
RSE - Area Cidadão