Apoio Psicológico a utentes e profissionais covid -19
banner_receitas poéticas
folheto_rastreio_retinopatia_BANNER2
banners_site2017_mamografia3
banner_verao&saude_sns
banner_vacinacao_covid
covid_regras_2
banner_GABINETESAUDEMENTAL_covid19_3
banner_obrigado_covid19
previous arrow
next arrow

2010 – Resultados da Via Verde do Enfarte Agudo Miocárdio no Algarve

imagem

Quatro anos após a implementação da Via Verde do Enfarte Agudo do Miocárdio no Algarve, a ARS Algarve IP apresenta a evolução dos indicadores de actividade que colocam a região do Algarve entre as regiões com melhores práticas.

 

 

imagem

Quatro anos após a implementação da Via Verde do Enfarte Agudo do Miocárdio no Algarve, a ARS Algarve IP apresenta a evolução dos indicadores de actividade que colocam a região do Algarve entre as regiões com melhores práticas.

 

 

 

Os resultados referentes ao ano de 2010 demonstram ganhos significativos no tratamento dos doentes e nos tempos de demora pré-hospitalar, permitindo o crescimento de doentes tratados com terapêutica de reperfusão.

 

Em 2010 foram admitidos 515 doentes com Enfarte Agudo do Miocárdio na Unidade Coronária do Hospital de Faro, EPE, dos quais 275 com Enfarte Agudo do Miocárdio com supra desnivelamento de ST, destes 59% foram admitidos por Via Verde do Enfarte Agudo do Miocárdio.

 

Em 2010 foram obtidos os seguintes resultados:

 

         – Nº total de doentes admitidos na Unidade Coronária do H. Faro, EPE – 995

         – N.º total de doentes admitidos com Enfarte Agudo do Miocárdio – 515

         – N.º total de doentes com Enfarte Agudo do Miocárdio com supra de ST – 275.

         – N.º total de Doentes Admitidos pela Via Verde (INEM) – 201

         – Angioplastias Primárias (< 12 horas ) - 199 doentes.

         – N.º total de Doentes submetidos a ICP Primária – 184.

 

De acordo com os dados apresentados pela Unidade Coronária e pelo Laboratório de Hemodinâmica e Angiocardiografia do Hospital de Faro, EPE, em 2010 foram admitidos 423,9 /1.000.000 de doentes de EAM submetidos a angioplastia primária e 463,1/1.000.000 de doentes com EAM admitidos por Via Verde Coronária/INEM.

 

De referir que a Via Verde Coronária sustenta-se numa experiência inovadora no Algarve desde 2001, com a colocação de equipamentos de desfibrilhação, electrocardiografia e telemedicina em Centros de Saúde, articulados com a UCIC do Serviço de Cardiologia, com possibilidade de fibrinólise pré-hospitalar nos doentes com Enfarte Agudo do Miocárdio. Com a abertura da Unidade de Hemodinâmica e Cardiologia de Intervenção em 2004 e a sua entrada em funcionamento 24 horas por dia em 2007 foi possível iniciar a Via Verde do Enfarte Agudo do Miocárdio em Agosto de 2007.

 

A Rede de Urgência/Emergência no Algarve, formalizada desde Fevereiro de 2009, integra o Serviço de Urgência Polivalente (SUP) do Hospital de Faro, EPE; o Serviço de Urgência Médico-Cirúrgico (SUMC) do Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio, EPE, em Portimão, e quatro Serviços de Urgência Básicos (SUB) – em Lagos, Albufeira, Loulé e Vila Real de Santo António, equipados com RX digitalizado, análises clínicas, electrocardiógrafo com desfibrilhador ligado por via transtelefónica à Unidade de Doentes Coronários de Faro, assegurado por médicos e enfermeiros formados em Suporte de Vida Avançado. A rede completa-se a nível pré-hospitalar com a rede pré-hospitalar, coordenada pelo INEM através do Centro de Orientação de Doentes Urgentes, possuindo 4 Ambulâncias de Suporte Imediato de Vida (SIV), sedeadas em Lagos, Quarteira, Tavira e Castro Marim, 3 Viaturas Médicas de Emergência e Reanimação (VMER) em Portimão, Albufeira e Faro e um Helicóptero do INEM sedeado no heliporto de Loulé.

 

De salientar ainda que os indicadores de actividade das Vias Verdes no Algarve referentes ao ano de 2009, publicados pelo Alto Comissariado da Saúde estão entre os melhores do País. Segundo estes indicadores, em 2009 foram admitidos 443.81/milhão de doentes de EAM na Unidade Coronária de Faro e 1547.33/milhão de doentes de AVC na Unidades de AVC do Algarve (CHBA e Hospital de Faro), tendo a Unidade de Cardiologia de Intervenção do Hospital de Faro realizado o maior número de ICP Primárias do país, 405.4 /milhão em 2009.

 

tabela_19_vias_verdes_eam.jpg

grafico_24_vias_verdes_eam.jpg

grafico_22_vias_verdes_eam.jpg

 

imagem
Voltar
RSE - Area Cidadão