Apoio Psicológico a utentes e profissionais covid -19
banner_receitas poéticas
folheto_rastreio_retinopatia_BANNER2
banners_site2017_mamografia3
banner_vacinacao_covid
covid_regras_2
banner_GABINETESAUDEMENTAL_covid19_3
banner_obrigado_covid19
previous arrow
next arrow

A importância dos cuidados de proximidade em debate no Encontro Regional de Cuidados Continuados Integrados do Algarve em Olhão

“O Binómio Família-Utente: Cuidados de proximidade” foi o mote do Encontro Regional de Cuidados Continuados Integrados do Algarve, que juntou, no dia 9 de junho de 2022, profissionais de saúde, do setor social, de IPSS e de autarquias, no Real Marina Hotel em Olhão.

Integrado nas comemorações do 16º aniversário do nascimento da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados, o evento organizado pela Equipa de Coordenação Regional dos Cuidados Continuados Integrados do Algarve, com o apoio do Município de Olhão, teve como objetivo  proporcionar momentos de partilha de experiências, dar a conhecer projetos e iniciativas e lançar o debate sobre os desafios que se vão colocar no futuro, nomeadamente, no âmbito da implementação do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

Na sessão de abertura, que contou com a presença de Paulo Morgado, Presidente do Conselho Diretivo da ARS Algarve, de Margarida Flores, Diretora do Centro Distrital de Faro do Instituto de Segurança Social, de António Pina, Presidente da Câmara Municipal de Olhão, de Fernanda Faleiro, Coordenadora Regional dos Cuidados Continuados Integrados do Algarve e das Coordenadoras da Comissão Nacional da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados, Cristina Henriques, em representação do Ministério da Saúde, e Cristina Caetano, em representação do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, foi destacado o crescimento da RNCCI ao longo destes 16 anos e a importância do reforço das parcerias entre as várias estruturas que compõem a Rede para, em conjunto, continuarem a assegurar uma intervenção em saúde e social cada vez mais efetiva e centrada nas necessidades das pessoas.

A implementação do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) no âmbito da RNCCI do Algarve, a importância do cuidador informal, a Saúde Mental dos profissionais das equipas da RNCCI, o trabalho desenvolvido na Unidade Sócio Ocupacional (USO) e na Equipa de Apoio Domiciliário (EAD) de Saúde Mental da ACASO, em Olhão,  da  Unidade Sócio Ocupacional para a Infância e Adolescência (IA) da ASMAL, em Loulé, foram alguns dos temas abordados no decorrer do encontro que contou com a participação da Vogal do Conselho Diretivo da ARS Algarve, Josélia Gonçalves, de Miguel Narigão da Administração Central do Sistema de Saúde, de Maria do Carmo Cruz, Coordenadora Regional de Saúde Mental do Algarve, Fernando Ferreira, Coordenador da ECL do ACeS Central, das psicólogas Paula Nascimento, da ACASO e Catarina Cavaco da ASMAL, e de Sofia Silva, Psicomotricista da USO de Olhão, entre outros profissionais das equipas e unidades da RNCCI da região.  

No final do encontro, Cristina Henriques, enquanto  Adjunta, leu uma mensagem que a Ministra da Saúde, Marta Temido, fez questão de deixar a todos os participantes:

Começando por felicitar a Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados pelo seu 16º aniversário, a Ministra Saúde, na sua mensagem, enalteceu o trabalho de todos os profissionais no âmbito desta parceria da Saúde e a Segurança Social, destacando que “a RNCCI é a mais importante reforma no sistema de saúde realizada nos últimos anos” e que os resultados alcançados “são uma marca do nosso humanismo, enquanto sociedade, e evidenciam que estamos sempre ao lado dos mais vulneráveis, tendo sempre presente o desígnio de aumentar as respostas”.

Tendo em conta os desafios e as transformações sociais atualmente em curso, o objetivo do Ministério da Saúde é “reforçar o papel da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados e a sua resposta imprescindível para a população”, referiu sublinhando que: “o compromisso do governo baseia-se na criação de todas as condições à execução do Plano de Recuperação e Resiliência. No caso concreto do Algarve, o PRR permitirá reforçar a resposta sobretudo nos Cuidados Continuados Integrados de Saúde Mental. Também, nas Equipas Domiciliárias, possibilitará criar uma nova resposta de ambulatório, nomeadamente Unidades de Dia e Promoção de Autonomia.”

Terminando com uma palavra de reconhecimento e agradecimento a todos os profissionais que integram a Rede: “O esforço coletivo, das várias equipas prestadoras e coordenadoras, é garante da qualidade na prestação de cuidados, da humanização no cuidar e da sustentabilidade da RNCCI. Por isso, muito obrigado pelo vosso trabalho. Muito obrigado pelo vosso empenho.”

 

Voltar
RSE - Area Cidadão