rastreio retinopatia diabética
Banner_SemanaTeste_2022
banners_antibioticos2022
i035812
folheto_rastreio_retinopatia_BANNER2
banners_site2017_mamografia3
banner_obrigado_covid19
previous arrow
next arrow

ACS promove a inclusão social através de exposição de arte

No âmbito do Ano Europeu de Combate à Exclusão Social 2010, e do projecto «Welcome Homeless», o Alto Comissariado da Saúde (ACS), a Coordenação Nacional para a Saúde Mental (CNSM) e a AMI – Por uma acção humanitária global, estão a realizar, desde 21 de Dezembro de 2010, a exposição «Sem-abrigo Lisboa – promover a inclusão social».

 

Na exposição estão patentes 13 esculturas de bronze (em tamanho real), de autoria do escultor dinamarquês Jens Galschiøt, que retratam pessoas sem- abrigo, dando a conhecer ao cidadão europeu a realidade destas pessoa. A exposição, que visa sensibilizar e educar a comunidade para a problemática dos sem-abrigo e que, ainda, promove a inclusão social através de uma noite cinematográfica com o documentário de Rui Simões, «Ruas da amargura», e as curtas-metragens «Estou para aqui assim…», de Diogo Pessoa de Andrade e «A more close look», de Vítor Santos, decorre nos jardins da Fundação Calouste Gulbenkian até 16 de janeiro de 2011.

No âmbito do Ano Europeu de Combate à Exclusão Social 2010, e do projecto «Welcome Homeless», o Alto Comissariado da Saúde (ACS), a Coordenação Nacional para a Saúde Mental (CNSM) e a AMI – Por uma acção humanitária global, estão a realizar, desde 21 de Dezembro de 2010, a exposição «Sem-abrigo Lisboa – promover a inclusão social».

 

Na exposição estão patentes 13 esculturas de bronze (em tamanho real), de autoria do escultor dinamarquês Jens Galschiøt, que retratam pessoas sem- abrigo, dando a conhecer ao cidadão europeu a realidade destas pessoa. A exposição, que visa sensibilizar e educar a comunidade para a problemática dos sem-abrigo e que, ainda, promove a inclusão social através de uma noite cinematográfica com o documentário de Rui Simões, «Ruas da amargura», e as curtas-metragens «Estou para aqui assim…», de Diogo Pessoa de Andrade e «A more close look», de Vítor Santos, decorre nos jardins da Fundação Calouste Gulbenkian até 16 de janeiro de 2011.

Voltar
RSE - Area Cidadão