Apoio Psicológico a utentes e profissionais covid -19
banner_receitas poéticas
folheto_rastreio_retinopatia_BANNER2
banners_site2017_mamografia3
banner_verao&saude_sns
banner_vacinacao_covid
covid_regras_2
banner_GABINETESAUDEMENTAL_covid19_3
banner_obrigado_covid19
previous arrow
next arrow

Algarve ganha 1.º e 2. º Prémios Hospital do Futuro 2008/2009

imagemO Programa de Combate à Obesidade Infantil na Região do Algarve foi distinguido com o 1.º Prémio na categoria Prevenção da Obesidade dos Prémios Hospital do Futuro 2008/2009. Em 2º lugar na mesma categoria ficou o projecto «Prevenção da Obesidade Infantil no Concelho de Faro – Uma Estratégia Local de Saúde». A cerimónia de entrega dos prémios decorreu segunda-feira, 29 de Junho 2009, no Auditório Cardeal Medeiros da Universidade Católica de Lisboa durante a 17ª Conferência SInASE – Boas Práticas na Educação, Saúde e Qualidade.

imagemO Programa de Combate à Obesidade Infantil na Região do Algarve foi distinguido com o 1.º Prémio na categoria Prevenção da Obesidade dos Prémios Hospital do Futuro 2008/2009. Em 2º lugar na mesma categoria ficou o projecto «Prevenção da Obesidade Infantil no Concelho de Faro – Uma Estratégia Local de Saúde». A cerimónia de entrega dos prémios decorreu segunda-feira, 29 de Junho 2009, no Auditório Cardeal Medeiros da Universidade Católica de Lisboa durante a 17ª Conferência SInASE – Boas Práticas na Educação, Saúde e Qualidade.

 

Os Prémios «Hospital do Futuro», atribuídos desde 2004/2005, são uma iniciativa conjunta do Fórum Hospital do Futuro e das organizações apoiantes e patrocinadoras, tendo como objectivo destacar e galardoar as pessoas e organizações que mais contribuíram, em cada ano, para o desenvolvimento das organizações da Saúde em Portugal, nomeadamente na promoção e dinamização de projectos de utilidade pública no âmbito da sua contribuição para o combate à doença e /ou da promoção de saúde, aplicação das novas tecnologias de informação, entre outras. À edição de 2008/2009, dos Prémios Hospital do Futuro candidataram-se cerca de 200 projectos, nas 11 categorias de prémios previstas: autarquias, biotecnologia, educação, e-saúde, gestão e economia da saúde, parcerias em saúde, prevenção da obesidade, qualidade em saúde – acreditação, qualidade em saúde – certificação, serviço público, serviço social.

imagemTendo em conta que a obesidade infantil, considerada pela Organização Mundial de Saúde como uma das epidemias do século XXI, é um problema de saúde pública na Europa e no Algarve, decidiu a ARS Algarve IP organizar um Programa de Combate à Obesidade Infantil, em parceria com outras instituições públicas e a sociedade civil. O Programa assenta em 24 instituições locais e regionais, Universidade do Algarve, através da Escola Superior de Saúde e Escola Superior de Educação, Direcção Regional de Educação, Delegação Regional do Instituto Desporto Portugal, Federação Regional do Algarve das Associações de Pais, os 2 Hospitais e todas as Câmaras Municipais, com o objectivo de prevenir e tratar a obesidade infantil, de forma a contrariar a taxa de crescimento da prevalência da pré-obesidade e obesidade infantil na região.

O Programa desenvolveu-se, na 1ª fase, com a execução e apresentação dos resultados do Estudo de Prevalência da Pré – Obesidade Infantil na região do Algarve entre 7 e 9 anos, o qual revelou 30,2% de excesso de peso: 20,0% de pré-obesidade e 10,2% de obesidade.

Prosseguindo na 2ª fase com a realização de um conjunto de acções concertadas e articuladas por diversas instituições da região, nomeadamente: realização de acções de formação com profissionais de saúde e acções de sensibilização com profissionais de educação de modo a melhorar a qualidade nutricional das refeições em todos os estabelecimentos de educação da rede pública do Algarve, quer em termos qualitativos quer em termos quantitativos; sensibilizar os responsáveis pela decisão das opções alimentares para as merendas escolares subvencionadas pelo Estado; conseguir a criação de instalações desportivas e recreativas e/ou melhoria das existentes, sensibilização da comunidade escolar para a prática de uma alimentação saudável e de actividade física regular, bem como a detecção e acompanhamento multidisciplinar de casos de pré-obesidade e obesidade em crianças e adolescentes.

imagemAté ao momento, realizaram-se 49 acções de formação com a participação de 408 profissionais de saúde e 365 de educação. No decorrer de 2008, realizaram-se na região 324 sessões de educação alimentar com 8186 alunos, e 35 sessões com 665 pais e encarregados de educação. A estratégia para mobilização de parceiros tem tornado a intervenção comunitária muito eficiente.

Durante o ano lectivo de 2008/2009 iniciou-se o projecto Escola Activa, concebido pela Escola Superior de Educação e posto em prática pela Direcção Regional de Educação do Algarve, tendo como objectivo principal, a Escola como promotora da actividade física, através de estratégias cognitivo – comportamentais envolvendo toda a participação da comunidade escolar.

O Projecto «Escola Activa» criou um conceito integrado de promoção e adesão à actividade física, através de estratégias cognitivo-comportamentais, que envolvem a participação da comunidade escolar, das famílias, dos profissionais de saúde e das autarquias.

No que diz respeito ao projecto «Prevenção da Obesidade Infantil no Concelho de Faro – Uma Estratégia Local de Saúde, teve início de 2007, no Centro de Saúde de Faro, no âmbito do Projecto Estratégias Locais de Saúde coordenado pelo Alto Comissariado da Saúde e pela Escola Nacional de Saúde Pública, implementou um projecto de Prevenção da Obesidade Infantil no Concelho de Faro. Esta intervenção a nível local assenta num processo de cooperação e parceria entre diferentes sectores da comunidade (Direcção Regional de Educação/Agrupamentos, Autarquia, Instituto do Desporto, Associações de Pais, Escola Superior de Saúde de Faro), na concepção, implementação, concretização e avaliação das actividades. Pretende-se potenciar e articular intervenções, visando reduzir o crescimento da prevalência da pré-obesidade e obesidade infantil no Concelho de Faro.

A finalidade desta intervenção é a Promoção da Alimentação Saudável nas Crianças do 1.º Ciclo e suas Famílias, integrada num projecto mais vasto de Prevenção da Obesidade Infantil com a duração de 4 anos. Como tal, foram definidos os seguintes objectivos: Reforçar a informação básica sobre a importância da alimentação saudável, alimentos e as escolhas alimentares saudáveis; incentivar o pequeno-almoço saudável; incentivar as merendas saudáveis; Promover a associação entre a alimentação saudável e actividade física regular; Proporcionar aos pais informação sobre obesidade infantil, alimentação saudável e actividade física regular.

Este é o 2º Ano consecutivo em que a ARS Algarve é premiada com um 1.º Prémio Hospital do Futuro, em 2007/2008 tinha recebido o 1.º Prémio na categoria ” Parcerias em Saúde” com o trabalho sobre o Rastreio do Cancro da Mama no Algarve.

 

imagem
Voltar
RSE - Area Cidadão