rastreio retinopatia diabética
Banner_SemanaTeste_2022
banners_antibioticos2022
i035812
folheto_rastreio_retinopatia_BANNER2
banners_site2017_mamografia3
banner_obrigado_covid19
previous arrow
next arrow

Apresentação do Programa de Rastreio do Cancro do Colo do Útero na Região do Algarve no auditório do CHBA, EPE a 19 de Maio

logo_rastreio_cancro_colo_utero_1.jpgA Administração Regional de Saúde do Algarve IP realiza no dia 19 de Maio, pelas 15 horas, no Auditório do Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio, EPE em Portimão, uma sessão de apresentação pública do Programa de Rastreio do Cancro do Colo do Útero na Região do Algarve, com a presença do Presidente do Conselho Directivo da ARS Algarve, IP, Dr. Rui Lourenço, e da Coordenadora Regional do Núcleo de Rastreios da ARS Algarve IP, Dra Filomena Horta Correia.

 

logo_rastreio_cancro_colo_utero_1.jpgA Administração Regional de Saúde do Algarve IP realiza no dia 19 de Maio, pelas 15 horas, no Auditório do Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio, EPE em Portimão, uma sessão de apresentação pública do Programa de Rastreio do Cancro do Colo do Útero na Região do Algarve, com a presença do Presidente do Conselho Directivo da ARS Algarve, IP, Dr. Rui Lourenço, e da Coordenadora Regional do Núcleo de Rastreios da ARS Algarve IP, Dra Filomena Horta Correia.

 

 

O Programa de Rastreio de Cancro do Colo do Útero na Região do Algarve, iniciou-se em Julho de 2010, através de uma fase piloto onde participaram três Unidades de Saúde Familiar e Unidades de Cuidados de Saúde Personalizados dos ACES do Barlavento, Central e Sotavento, e os dois Hospitais da região (Hospital de Faro, EPE e CHBA,EPE), estando previsto o alargamento a todos os concelhos da região até ao final do presente ano, sendo que no decorrer da sessão serão apresentados resultados preliminares da fase piloto e a forma de implementação do Programa.

 

Destinado a todas as mulheres inscritas nos Centros de Saúde e Unidades de Saúde Familiar do Algarve com idades compreendidas entre os 25 e 64 anos, o Rastreio do Cancro do Colo do Útero tem como objectivo principal reduzir a taxa mortalidade, diminuir a incidência de cancros invasivos, com redução da proporção de cancros diagnosticados na fase clínica e redução de terapêuticas mais invasivas, com a melhoria da qualidade de vida das mulheres.

 

O cancro do colo do útero é o 7º Cancro mais frequente a nível mundial e o 2º Cancro mais frequente na mulher, com uma taxa de mortalidade em Portugal de cerca de 4 óbitos por 100.000 habitantes, sendo o Algarve a região Portuguesa com maior taxa de mortalidade.

 

De todos os tumores malignos o cancro do colo do útero é o que pode ser controlado com maior efectividade, com possibilidade de redução de cerca de 80% da incidência, através de programas de rastreio citológicocervical organizados, de base populacional com periodicidade de 3 ou 5 anos. Este tipo de cancro afecta especialmente mulheres a partir dos 35 anos de idade, numa fase de vida activa.

 

O Plano Nacional de Saúde e o Plano Oncológico Nacional contemplam estratégias que visam a diminuição da incidência e da mortalidade do cancro do colo do útero, através da implementação de programas de rastreio organizado, neste sentido, a implementação deste rastreio encontra-se inserido no plano estratégico e de actividades da ARS Algarve IP.

logo_rastreio_cancro_colo_utero_1.jpg
Voltar
RSE - Area Cidadão