Apoio Psicológico a utentes e profissionais covid -19
banner_receitas poéticas
folheto_rastreio_retinopatia_BANNER2
banners_site2017_mamografia3
banner_verao&saude_sns
banner_vacinacao_covid
covid_regras_2
banner_GABINETESAUDEMENTAL_covid19_3
banner_obrigado_covid19
previous arrow
next arrow

Apresentado o balanço dos primeiros 3 meses do Programa em Intervenção em Oftalmologia no País

imagemTrês meses após o início do Programa de Intervenção em Oftalmologia nacional, os Hospitais do SNS realizaram mais de 37.500 consultas de Oftalmologia e mais 15.929 cirurgias oftalmológicas, destacando-se dentro deles o Hospital de Faro, onde de Janeiro a Setembro de 2008 se realizaram mais 3.378 primeiras consultas e mais 1.329 cirurgias oftalmológicas do que em 2007, o anúncio foi feito pela Ministra da Saúde, Dra Ana Jorge, durante a sessão de apresentação dos resultados do primeiro trimestre do Programa de Intervenção em Oftalmologia que decorreu esta sexta feira no auditório do Hospital de Faro.

imagemTrês meses após o início do Programa de Intervenção em Oftalmologia nacional, os Hospitais do SNS realizaram mais de 37.500 consultas de Oftalmologia e mais 15.929 cirurgias oftalmológicas, destacando-se dentro deles o Hospital de Faro, onde de Janeiro a Setembro de 2008 se realizaram mais 3.378 primeiras consultas e mais 1.329 cirurgias oftalmológicas do que em 2007, o anúncio foi feito pela Ministra da Saúde, Dra Ana Jorge, durante a sessão de apresentação dos resultados do primeiro trimestre do Programa de Intervenção em Oftalmologia que decorreu esta sexta feira no auditório do Hospital de Faro.

 

imagemDe acordo com os dados apresentados pelo Coordenador do Sistema Integrado de Gestão de Inscritos para Cirurgia (SIGIC), Dr. Pedro Gomes, referentes aos primeiros 3 meses da sua execução, Programa de Intervenção em Oftalmologia, conseguiu reduzir o tempo de espera para cirurgia de oftalmologia de 4,57 meses para 2,93 meses, tendo os Hospitais do SNS realizado 55.329 cirurgias, ultrapassando as metas estabelecidas para o final de 2008.

No que se refere às primeiras consultas, os Hospitais do SNS realizaram 212.398 consultas, mais 37.500 consultas de que em 2007, ultrapassando as metas previstas para o final do ano de 2007.

No decorrer da apresentação, a Ministra da Saúde, Ana Jorge, considerou estes resultados bastante positivos, demonstrando a excelente resposta dos Hospitais do Serviço Nacional de Saúde, afirmando que «estamos no bom caminho», e aproveitando o momento para elogiar o esforço e o empenho de todos os profissionais de saúde que têm contribuído para a resolução de um problema que nos preocupava a todos. Realçando o excelente desempenho dos Hospitais do Algarve, o Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio, realizou até Setembro de 2008, 1.455 cirurgias mais 315 cirurgias do que em 2007, e o Hospital de Faro, realizou até Setembro de 2008, 1.645 cirurgias mais 1.329 do quem 2007.

 

Durante a sessão a presidente do Conselho de Administração do Hospital de Faro, Dra Ana Paula Gonçalves, agradeceu o empenhamento de todas as equipas que tem ajudado o hospital a recuperar a lista de espera cirúrgica, com particular relevo à equipa liderada pelo Dr. Campos Coroa, salientando a prestimosa colaboração da equipa de oftalmologia do Hospital de Santa Maria de Lisboa.

imagemA Ministra da Saúde anunciou ainda, a iniciativa da ARS Algarve, em criar uma Linha Verde de Oftalmologia, para prestar informações aos cidadãos que ainda tenham dificuldade em aceder às consultas de oftalmologia ou às cirurgias, dando informação sobre marcação de consultas e intervenção cirúrgicas.

A Linha Verde Oftalmologia com o número 800 208 110 é gratuita e funciona de segunda a sexta-feira das 10:30 às 12:30 e das 14:30 às 16:30.

De referir que em Julho de 2008, o número de portugueses à espera de uma primeira consulta de oftalmologia rondava os 110 mil, dos quais se estimava que perto de 36 mil viessem a necessitar de cirurgia, o Programa de Intervenção em Oftalmologia lançado no dia 1 de Julho de 2008, com a duração de 12 meses, pretende reduzir as listas de espera às consultas e cirurgias de oftalmologia, tendo como objectivo efectuar 75 mil primeiras consultas e 30 mil cirurgias adicionais.

Os Hospitais do SNS que aderiram ao Programa comprometeram-se a aumentar a sua produção habitual entre 10 a 30%.

Consultar:

Apresentação do Coordenador do Sistema Integrado de Gestão de Inscritos para Cirurgia (SIGIC), Dr. Pedro Gomes-Programa de Intervenção em Oftalmologia (PIO) – Avaliação no Final 1º trimestre (30/Set) e análise comparativa em períodos homólogos de 2007 e 2006

 

imagem
Voltar
RSE - Area Cidadão