Apoio Psicológico a utentes e profissionais covid -19
banner_receitas poéticas
folheto_rastreio_retinopatia_BANNER2
banners_site2017_mamografia3
banner_verao&saude_sns
banner_vacinacao_covid
covid_regras_2
banner_GABINETESAUDEMENTAL_covid19_3
banner_obrigado_covid19
previous arrow
next arrow

ARS Algarve IP celebrou em Lagos II Aniversário da Rede Nacional dos Cuidados Continuados Integrados

 

imagemA ARS Algarve IP assinalou na quarta-feira, dia 19 de Novembro, no Centro Cultural de Lagos, o II Aniversário da Rede Nacional dos Cuidados Continuados Integrados com uma sessão de apresentações do trabalho realizado na região do Algarve no âmbito da Rede.

 

imagemA ARS Algarve IP assinalou na quarta-feira, dia 19 de Novembro, no Centro Cultural de Lagos, o II Aniversário da Rede Nacional dos Cuidados Continuados Integrados com uma sessão de apresentações do trabalho realizado na região do Algarve no âmbito da Rede.


  

 

imagemCerca de centena e meia de profissionais de saúde pertencentes às Equipas de Cuidados Continuados Integrados da Região do Algarve participaram na sessão comemorativa do segundo aniversário da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados que se assinala esta semana a nível nacional.

 

 

A Sessão inaugural foi presidida pela Coordenadora da Unidade de Missão para os Cuidados Continuados Integrados, Dra Inês Guerreiro, pelo Presidente da ARS Algarve,IP, Dr. Rui Lourenço, pelo Director Distrital da Segurança Social de Faro, Dr. Jorge Botelho e pelo Presidente da Câmara Municipal de Lagos, Dr. Júlio Barroso.

 

imagemA Coordenadora da Unidade de Missão para os Cuidados Continuados, Dra Inês Guerreiro, aproveitou o momento para dar os parabéns a todos os profissionais pelo trabalho desenvolvido ao longo destes dois anos, sublinhando que a Rede chega já a cerca de 16 mil pessoas em todo o país.

 

«Esta é a grande necessidade de futuro», reconheceu a Dra Inês Guerreiro, lembrando que «nós estamos a envelhecer, a ter cada vez mais necessidade de acompanhamento nas nossas dependências, nas nossas doenças crónicas, nós estamos cada vez mais dependentes das altas tecnologias para que a nossa qualidade de vida se mantenha, de pessoas que nos cuidem que nos reabilitem».

 

A Coordenadora da UMCCI elogiou a experiência inovadora do Algarve das equipas de apoio domiciliário de cuidados continuados, felicitando o Presidente da ARS Algarve,IP pela «aposta  e antevisão pioneira nesta experiência piloto».

 

imagemO Presidente da ARS Algarve,IP, Dr. Rui Lourenço agradeceu o reconhecimento de todos das «boas práticas do Algarve em relação aos cuidados continuados em apoio domiciliário», salientando que todos «temos de nos sentir orgulhosos» e que os resultados obtidos até ao momento devem-se ao «empenhamento e entrega de todos os profissionais das equipas».

 

O Dr. Rui Lourenço sublinhou ainda o esforço que tem sido feito pela ARS Algarve para aumentar o número de camas disponíveis no âmbito da Rede na região. «Neste momento, temos mais camas que são imprescindíveis para prestar cuidados à pessoas idosas e dependentes, o que permitiu que das 120 camas iniciais tenhamos chegado às 246 camas» explicou, reconhecendo, no entanto, que «ainda estamos longe do nosso objectivo traçado no ano passado das 400 camas, mas esperamos atingi-lo no 1º trimestre de 2009.»

 

imagemPor outro lado, a implementação da Rede de Cuidados Continuados na região tem permitido criar emprego, sobretudo, emprego privado, explicou o Presidente da ARS Algarve, salientando que «neste momento, trabalham na Rede a tempo inteiro cerca de 300 pessoas, das quais mais de 220 são empregues pelo sector privado». 

imagem 

No decorrer da sessão denominada «Equipas de Cuidados Continuados Integrados (domiciliários) – ‘Um novo paradigma de Cuidados no Domicílio – “A prestação de cuidados por uma equipa multiprofissional” »,  foi traçado o balanço da implementação da Rede de Cuidados Continuados na Região do Algarve pela Dra Josélia Gonçalves da Equipa Coordenadora Regional da Cuidados Continuados do Algarve, seguida de uma apresentação de trabalho desenvolvido por cada uma das áreas profissionais envolvidas nas equipas.

 

imagem

 

No final da sessão, foram celebradas as assinaturas dos Acordos das tipologias de Convalescença e Média Duração da Santa Casa da Misericórdia de Portimão; do Acordo de alargamento da Unidade de Longa Duração e Manutenção de Estombar; do Acordo de alargamento com a Unidade de Convalescença de Lagos, seguindo-se a visita e inauguração da Unidade de Convalescença de Lagos (Hospital de S. Gonçalo).

 

 

 

Recorde-se que ao logo de dois anos, Ministério da Saúde e Ministério do Trabalho e Solidariedade Social têm vindo a desenvolver uma acção conjunta que responda a necessidades cada vez mais presentes na nossa sociedade.

 

imagemUma resposta nova que assenta no princípio da adequação dos cuidados às necessidades de reabilitação ou de manutenção de funções básicas do indivíduo, permitindo aos utentes da Rede recuperarem a autonomia para as actividades da vida diária e reduzirem o seu grau de dependência.

 

A Região do Algarve tem vindo a apostar, desde o início da RNCCI, na constituição de Equipas de Cuidados Continuados Integrados (domiciliários) nos Centros de Saúde. Equipas multidisciplinares que integram o perfil de enfermagem, médico, fisioterapeuta, assistente social e psicólogo.

 

Em Agosto do presente ano, mais de 1 500 pessoas em situação de dependência, em distintas fases de evolução da respectiva doença, beneficiaram, em simultâneo da prestação de cuidados de saúde nos seus domicílios por parte das 18 Equipas de Cuidados Continuados Integrados (domiciliários) dos Centros de Saúde, cumprindo-se assim um dos objectivos específicos da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados que é a manutenção das pessoas com perda de funcionalidade, ou em risco de a perder, no seio familiar.

 


(Vídeo sobre o Apoio Docimiciliário da Rede de Cuidados Continuados Integrados no Algarve)

 

 

 Ver Reportagem RTP sobre o Apoio Domiciliário da Rede de Cuidados Continuados Integrados no Algarve

imagem
Voltar
RSE - Area Cidadão