Apoio Psicológico a utentes e profissionais covid -19
banner_receitas poéticas
folheto_rastreio_retinopatia_BANNER2
banners_site2017_mamografia3
banner_verao&saude_sns
banner_vacinacao_covid
covid_regras_2
banner_GABINETESAUDEMENTAL_covid19_3
banner_obrigado_covid19
previous arrow
next arrow

ARS Algarve IP e APSI promoveram Conferência de Imprensa «Prevenir os afogamentos com crianças 2009»

image

A Associação para a Promoção da Segurança Infantil (APSI) e a Administração Regional de Saúde do Algarve IP realizaram no dia 28 de Maio em Vilamoura uma Conferência de Imprensa «Prevenir os afogamentos com crianças 2009», chamando a atenção pela importância de uma vigilância redobrada às crianças que se encontram perto da àgua e pela sensibilização da população para aprenderem técnicas de suporte básico de vida, no sentido de diminuir os acidentes e salvar vidas.

 

image

A Associação para a Promoção da Segurança Infantil (APSI) e a Administração Regional de Saúde do Algarve IP realizaram no dia 28 de Maio em Vilamoura uma Conferência de Imprensa «Prevenir os afogamentos com crianças 2009», chamando a atenção pela importância de uma vigilância redobrada às crianças que se encontram perto da àgua e pela sensibilização da população para aprenderem técnicas de suporte básico de vida, no sentido de diminuir os acidentes e salvar vidas.

 

 image

No decorrer do evento foi divulgado o Relatório de Afogamentos 2007-2008, elaborado pela APSI, e  discutido o papel e a responsabilidade da saúde e dos municípios na redução dos afogamentos, a importância da legislação e das normas técnicas e, ainda, identificadas as medidas e as estratégias necessárias para fazer face a este problema de saúde pública, que em sete anos vitimou 150 crianças em Portugal.

 image

Sendo o afogamento a segunda causa de mortalidade acidental em crianças a nível mundial, com 5000 mortes por ano em todo o mundo, segundo a apresentação da Dra. Elsa Rocha, pediatra no Hospital de Faro e responsável pelo núcleo da APSI do Algarve, mas também possível de prevenir em 80 por cento dos casos, começando por medidas simples em casa. Evidenciando que 85 por cento dos afogamentos no Algarve acontecem em piscinas (privadas), em maior número nos meses de Maio e Setembro, em crianças pequenas de 1-4 anos, realçou que pessoas de todas as faixas etárias, sobretudo os adultos mas também as crianças, deverão ser sensibilizadas, informadas e educadas de forma a se conseguir evitar estas situações, sendo a vedação das piscinas uma das acções prioritárias no sentido de evitar que os pequenos caiam na àgua.

 

image

«É essencial capacitar as pessoas» para poderem agir de forma correcta numa situação que exija salvar uma vida, sublinhou a Dra. Filomena Horta-Correia da Unidade de Saúde Pública do ACES Central, alertando para o afogamento como um problema «major» de saúde Pública.

 

image

Foi também lançada a campanha de Segurança na Água da APSI «A Morte por Afogamento é Rápida e Silenciosa», pelo 6º ano consecutivo, que à semelhança de anos anteriores conta com o apoio de alguns parceiros, nomeadamente a ARS Algarve IP, a Delta Cafés e a AMAL. A campanha de sensibilização inclui a distribuição de folhetos em português e inglês, cartazes e «receitas» e uma campanha publicitária na televisão, rádio, imprensa e em pacotes de açúcar.

 image

image
Voltar
RSE - Area Cidadão