Apoio Psicológico a utentes e profissionais covid -19
banner_receitas poéticas
folheto_rastreio_retinopatia_BANNER2
banners_site2017_mamografia3
banner_verao&saude_sns
banner_vacinacao_covid
covid_regras_2
banner_GABINETESAUDEMENTAL_covid19_3
banner_obrigado_covid19
previous arrow
next arrow

ARS Algarve IP organizou reunião de trabalho com a Lusocord

imagem 

A ARS Algarve IP organizou no dia 31 de Maio duas reuniões de trabalho com a Lusocord – Banco Público de Células Estaminais do Cordão Umbilical, em Faro e em Portimão respectivamente, para divulgação do funcionamento daquele Banco bem como dos procedimentos a tomar pelos profissionais de saúde para informar e encaminhar os possíveis dadores, tendo contado com a presença da Directora do Banco Público de Células Estaminais do Cordão Umbilical, Dra. Helena Alves.

imagem 

A ARS Algarve IP organizou no dia 31 de Maio duas reuniões de trabalho com a Lusocord – Banco Público de Células Estaminais do Cordão Umbilical, em Faro e em Portimão respectivamente, para divulgação do funcionamento daquele Banco bem como dos procedimentos a tomar pelos profissionais de saúde para informar e encaminhar os possíveis dadores, tendo contado com a presença da Directora do Banco Público de Células Estaminais do Cordão Umbilical, Dra. Helena Alves.

 O Banco Público de Células Estaminais do Cordão Umbilical serve gratuitamente a criopreservação às grávidas desde 2 de Julho de 2009, data em que foi publicado o Despacho do Banco Público de Células Estaminais do Cordão Umbilical, tendo sido processadas algumas amostras de forma experimental antes dessa data.

 

dra_helena_alves.jpgA criopreservação das células estaminais do sangue do cordão umbilical tem como objectivo principal o uso em transplantação humana, sendo o segundo grande objectivo o tratamento de muitas doenças no âmbito da Medicina Regenerativa. Actualmente as células estaminais do cordão umbilical dos Bancos Públicos são utilizadas no tratamento de uma variedade de doenças genéticas, hematológicas, imunológicas e oncológicas.

 

Até Janeiro de 2010 foram realizadas cerca de 1400 dádivas e 1100 amostras criopreservadas para transplante. O processo é gratuito.

 

Para mais informações consulte a página da Lusocord

imagem
Voltar
RSE - Area Cidadão