Apoio Psicológico a utentes e profissionais covid -19
banner_receitas poéticas
folheto_rastreio_retinopatia_BANNER2
banners_site2017_mamografia3
banner_verao&saude_sns
banner_vacinacao_covid
covid_regras_2
banner_GABINETESAUDEMENTAL_covid19_3
banner_obrigado_covid19
previous arrow
next arrow

ARS Algarve poupa cerca de 200 mil euros anuais com reestruturação e reorganização dos serviços e edificios da instituição

novo_logotipo_arsalgarve.pngCom o objetivo de racionalizar os espaços existentes, através da concentração de serviços em instalações mais funcionais e com melhores condições físicas, quer para profissionais quer para utentes, a ARS Algarve iniciou em dezembro de 2011 um processo de reestruturação e reorganização dos serviços e edifícios da instituição com a libertação de imóveis e armazéns arrendados que vão permitir uma poupança anual em rendas de cerca de 200 mil euros.

 

novo_logotipo_arsalgarve.pngCom o objetivo de racionalizar os espaços existentes, através da concentração de serviços em instalações mais funcionais e com melhores condições físicas, quer para profissionais quer para utentes, a ARS Algarve iniciou em dezembro de 2011 um processo de reestruturação e reorganização dos serviços e edifícios da instituição com a libertação de imóveis e armazéns arrendados que vão permitir uma poupança anual em rendas de cerca de 200 mil euros.

 

 

A entrada em funcionamento no passado mês de junho do novo edifício construído de raiz do Centro de Saúde de Portimão, que integra as unidades funcionais de saúde (cuidados primários, unidade de saúde pública e ambiental) e a sede do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Barlavento, e a conclusão, durante o primeiro semestre deste ano, da concentração de todo o arquivo da instituição num único espaço, situado no armazém do Besouro em Faro, com a implementação do Depósito de Arquivo Central único para a Sede da ARS Algarve, permitiu a entrega do antigo edifício pertencente à Santa Casa da Misericórdia de Portimão onde funcionava o Centro de Saúde e a libertação de quatro armazéns arrendados na cidade de Faro, o que representará uma poupança anual em rendas num total de 193.392 mil euros, acrescidos de um ganho significativo da redução de custos com a manutenção e funcionamento dos respectivos edifícios.

 

Todo este procedimento inerente ao processo de reorganização dos serviços que culminará com a criação do Depósito de Arquivo Central, até ao momento inexistente na ARS Algarve, irá permitir, através do levantamento exaustivo efetuado ao longo dos últimos meses, conhecer o arquivo da instituição, ao nível da localização, tipo de arquivo (activo, semi-activo e conservação permanente), fazer a avaliação do mesmo e saber a área que ocupa, ficando no final do processo concentrado apenas num único espaço com as condições adequadas para a manutenção e preservação de documentação, estando prevista a conclusão deste processo até ao final de 2012.

 

De destacar que o processo de reestruturação dos edifícios tem contado com o empenho e a colaboração dos funcionários de todos os serviços da instituição que têm participado ativamente nas múltiplas tarefas necessárias nas mudanças já efetuadas, quer em Portimão, quer em Faro.

 

A reestruturação e a reorganização dos serviços assumem-se como factores inevitáveis, essenciais e estratégicos para a sustentabilidade da Saúde na Região não só porque vão permitir uma melhor racionalização dos edifícios existentes ampliando a sua eficiência e, simultaneamente, com a libertação e entrega de imóveis aos respetivos senhorios possibilitam um maior controlo dos gastos e consequentemente uma redução da despesa, sem comprometer nem colocar em causa a qualidade e a acessibilidade da população algarvia à prestação de cuidados de saúde.

 

novo_logotipo_arsalgarve.png
Voltar
RSE - Area Cidadão