Apoio Psicológico a utentes e profissionais covid -19
banner_receitas poéticas
folheto_rastreio_retinopatia_BANNER2
banners_site2017_mamografia3
banner_verao&saude_sns
banner_vacinacao_covid
covid_regras_2
banner_GABINETESAUDEMENTAL_covid19_3
banner_obrigado_covid19
previous arrow
next arrow

ARS Algarve reduz a despesa em 5 milhões de euros por trimestre, em 2012

novo_logotipo_arsalgarve.png

Nos primeiros nove meses do ano passado a Administração Regional de Saúde do Algarve IP registou uma diminuição da despesa total em 15 milhões de euros, comparativamente igual período do ano de 2011. Esta redução na despesa foi alcançada sem comprometer a qualidade e a acessibilidade aos cuidados de saúde na Região, tendo sido mesmo reforçado o número de recursos humanos na área da saúde, na Região algarvia.

novo_logotipo_arsalgarve.png

Nos primeiros nove meses do ano passado a Administração Regional de Saúde do Algarve IP registou uma diminuição da despesa total em 15 milhões de euros, comparativamente igual período do ano de 2011. Esta redução na despesa foi alcançada sem comprometer a qualidade e a acessibilidade aos cuidados de saúde na Região, tendo sido mesmo reforçado o número de recursos humanos na área da saúde, na Região algarvia.

 

O atual presidente do Conselho Diretivo da ARS Algarve, Dr. Martins dos Santos, está convicto de que estes resultados são consequência da estratégia delineada pela instituição, ao longo o último ano, focada num rigoroso controlo de gastos e redução da despesa para alcançar equilíbrio e sustentabilidade financeira.

 

Para isso, a ARS Algarve tem vindo a efetuar um levantamento criterioso de todas as despesas sinalizando as áreas onde a contenção poderá ser mais eficazmente aplicada sem, contudo, pôr em causa a qualidade dos serviços prestados.

 

Assim sendo, a redução por trimestre de cerca de 5 milhões de euros de despesas em diversas rubricas foi possível através da reestruturação de serviços e da reorganização de procedimentos que potenciaram a eficiência.

 

Algumas áreas em que se alcançou uma redução substancial de custos são: despesas com medicamentos (-20%), Meios Complementares de Diagnóstico e Terapêutica (MCDT) (-20%), transporte de doentes (-24%).

 

De salientar ainda que, com a colaboração de todos os profissionais, registou-se na rubrica dos fornecimentos e serviços e de compras, uma redução de despesa de mais de 78%.

 

Também de destacar a diminuição, em cerca de 18%, dos custos com o trabalho extraordinário e horas extraordinárias.

novo_logotipo_arsalgarve.png
Voltar
RSE - Area Cidadão