Apoio Psicológico a utentes e profissionais covid -19
banner_receitas poéticas
folheto_rastreio_retinopatia_BANNER2
banners_site2017_mamografia3
banner_verao&saude_sns
banner_vacinacao_covid
covid_regras_2
banner_GABINETESAUDEMENTAL_covid19_3
banner_obrigado_covid19
previous arrow
next arrow

Atendimento a cidadãos estrangeiros retidos na Região do Algarve devido ao encerramento temporário do espaço aéreo em alguns países europeus

logo_arsalgarve.gifOs cidadãos estrangeiros retidos na Região do Algarve devido ao encerramento temporário do espaço aéreo de alguns países europeus, que necessitem de recorrer aos serviços de saúde por motivos de doença crónica ou de renovação de receituário de medicamentos de prescrição médica obrigatória devem dirigir-se às unidades do Serviço Nacional de Saúde de acordo com as seguintes indicações:

logo_arsalgarve.gifOs cidadãos estrangeiros retidos na Região do Algarve devido ao encerramento temporário do espaço aéreo de alguns países europeus, que necessitem de recorrer aos serviços de saúde por motivos de doença crónica ou de renovação de receituário de medicamentos de prescrição médica obrigatória devem dirigir-se às unidades do Serviço Nacional de Saúde de acordo com as seguintes indicações:

 

A)     Os cidadãos que necessitem de renovação de receituário de medicamentos de prescrição médica obrigatória dispensados exclusivamente em Farmácia Hospitalar, devem dirigir-se aos Hospitais de Faro, EPE e Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio, EPE (pólo de Portimão):

1.     Hospital de Faro, EPE:

a)     Os utentes devem dirigir-se ao Edifício da Administração e contactar o respectivo Secretariado, podendo fazê-lo entre as 9h e as 18h, de 2.ª a 6.ª feira. Fora deste horário de 2.ª a 6.ª feira e aos Sábados e Domingos os utentes devem telefonar para o telemóvel 961560906;

b)     Após esse contacto serão encaminhados para a Farmácia Hospitalar, local onde uma farmacêutica os acolherá, contactará um médico hospitalar, caso seja necessário e garantirá a entrega dos medicamentos em falta;

2.     Portimão – Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio, EPE

a)     Os utentes devem dirigir-se à Farmácia Hospitalar, Piso O, podendo fazê-lo no período entre as 09:00 e as 13:00 horas e as 14:00 e as 17:00 horas.

b)     Serão atendidos por uma farmacêutica, contactará um médico hospitalar, caso seja necessário e garantirá a entrega dos medicamentos em falta.

B)     Os cidadãos que necessitem de renovação de receituário de medicamentos de prescrição médica obrigatória, ou de observação médica por doença crónica, devem deslocar-se aos seguintes locais:

1.     Centro de Saúde de Portimão

Consulta Aberta: Horário 9h – 19h, de 2ª a Domingo

2.     Centro de Saúde de Lagoa

Consulta Aberta: Horário 9h-19h, de 2ª a Domingo

3.     Centro de Saúde de Silves

 Consulta Aberta: Horário 9h-19h, de 2ª a Domingo

4.     Centro de Saúde de Lagos, UCSP de Lagos

Consulta Aberta: Horário: 9h-13h e das 14h-17h, de 2ª a 6ª

5.     Centro de Saúde de Vila do Bispo, UCSP Vila do Bispo

Consulta Aberta: Horário: 9h-13h e das 14h -17h, de 2.ª a 6.ª

6.     Centro de Saúde de Aljezur, UCSP de Aljezur

Consulta Aberta: Horário: 9h-13h e das 14h-17h, 2.ª a 6.ª

7.     Centro de Saúde de Monchique

USF Monchique: Horário: 9h-19h, de 2.ª a Domingo

8.     Centro de Saúde de Albufeira: UCSP Albufeira

Consulta Aberta: Horário: 10h-18 h,

9.     Centro de Saúde de Loulé: UCSP Loulé 2

Consulta Aberta: Horário: 10h-18 h, de 2.ª a 6.ª

10.     Centro de Saúde de Loulé: UCSP Quarteira

Consulta Aberta: Horário: 10h-18 h, de 2.ª a 6.ª

11.     Centro de Saúde de Faro

Consulta Aberta: Horário: 9-20 h, de 2.ª a Domingo

12.     Centro de Saúde de Tavira

Consulta Aberta: Horário: 15h-20h de 2.ª a 6.ª.

Sábado e Domingo das 8h-20h

13.     Centro de Saúde de Vila Real de Santo António

UCSP de Vila Real de Santo António: Horário: 8h-20 h

C)     Em caso de doença aguda devem todos os cidadãos recorrer ao número europeu de emergência 112, sendo depois encaminhados de acordo com as suas necessidades para os pontos da Rede de Urgência do Algarve.

D)     Todos os cidadãos que recorram aos serviços de saúde do SNS, devem ser portadores de todos os elementos que permitam a sua identificação, incluindo os relativos à entidade e/ou sistema de saúde que os abrange.

E)     Deverão também apresentar todos os elementos que permitam conhecer a sua situação de saúde e o rigoroso conhecimento da terapêutica de que carecem (receituário, cópia, ou embalagem).

Faro, 2010-04-20

O Conselho Directivo da ARS Algarve, IP

logo_arsalgarve.gif
Voltar
RSE - Area Cidadão