Apoio Psicológico a utentes e profissionais covid -19
banner_receitas poéticas
folheto_rastreio_retinopatia_BANNER2
banners_site2017_mamografia3
banner_verao&saude_sns
banner_vacinacao_covid
covid_regras_2
banner_GABINETESAUDEMENTAL_covid19_3
banner_obrigado_covid19
previous arrow
next arrow

Câmara Municipal de Silves e ARS Algarve,IP assinam acordo de cooperação no Projecto «Rede de Saúde e Telemedicina em Zonas Rurais»

protocolo_silves_abril_2010.jpgRealizou-se esta quinta-feira, 22 de Abril, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Silves a cerimónia de assinatura do acordo de cooperação entre a Administração Regional de Saúde do Algarve,IP, representada pelo Presidente do Conselho Directivo, Dr Rui Lourenço, e a Câmara Municipal de Silves, representada pela Presidente, Dra Isabel Soares, para a implementação do Projecto «Rede de Saúde e Telemedicina em Zonas Rurais» – «RESATER» no concelho de Silves.

 

 

protocolo_silves_abril_2010.jpgRealizou-se esta quinta-feira, 22 de Abril, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Silves a cerimónia de assinatura do acordo de cooperação entre a Administração Regional de Saúde do Algarve,IP, representada pelo Presidente do Conselho Directivo, Dr Rui Lourenço, e a Câmara Municipal de Silves, representada pela Presidente, Dra Isabel Soares, para a implementação do Projecto «Rede de Saúde e Telemedicina em Zonas Rurais» – «RESATER» no concelho de Silves.

 

 

 

 

A «diminuição do tempo de espera» dos utentes para aceder a prestações de cuidados de saúde, o «aumento da conectividade em matéria de actores implicados na saúde a nível local e uma melhor apropriação das TIC pela população local» são algumas das finalidades deste projecto pioneiro na Região do Algarve, cuja implementação no município tem um valor global de 100 mil euros, sendo 75% financiados pelo FEDER e 25% pela Câmara Municipal de Silves.

 

Este projecto, surge no âmbito da aprovação da candidatura apresentada pela autarquia, em parceria com a ARS Algarve,IP, ao programa SUDOE – Programa Operacional do Objectivo Cooperação Territorial do Espaço Sudoeste Europeu 2007-2013, tendo como principal objectivo a instalação de um «Call Center» dotado de equipamento informático que permita a avaliação e acompanhamento do estado de saúde dos utentes em domicílio, pelas três equipas de cuidados continuados integrados (ECCI) de Silves, contribuindo assim para uma melhor atractividade das Zonas Rurais do SUDOE, e para a manutenção e desenvolvimento de uma oferta de cuidados adaptada, inovadora e evolutiva, com recurso às ferramentas TIC.

 

dra_isabel_soares_silves_abril_2010.jpg 

Com a implementação deste projecto, «a população de Silves passa a poder dispor de mais uma possibilidade de aceder a cuidados de saúde, sobretudo a população que residir em áreas mais remotas do concelho», sublinhou a Presidente da autarquia, Dra Isabel Soares, salientando que «graças às novas tecnologias da informação poder-se-à desenvolver uma oferta de cuidados de saúde adaptados, inovadora e evolutiva, mas sobretudo moderna e de qualidade».

 

Pela extensão geográfica do concelho de Silves, o presente acordo vem, através da criação desta rede local de cuidados de saúde, caracterizada, fundamentalmente, pela prestação de um serviço de proximidade, dar resposta a algumas necessidades encontradas em diversos aglomerados rurais e de interior, com problemas de isolamento e de acessibilidade condicionada, como se verifica nas freguesias de S. Marcos da Serra e de S. Bartolomeu de Messines.

  

Para assegurar a implementação e funcionamento deste projecto, estarão no terreno as três equipas multidisciplinares de cuidados continuados integrados da responsabilidade da ARS Algarve, IP para a prestação de serviços domiciliários no âmbito da avaliação integral de cuidados médicos, de enfermagem, de reabilitação e de apoio social, entre outros, a pessoas em situação de dependência funcional, doença terminal ou em processo de convalescença, com rede de suporte social, cuja situação não requeira internamento mas que estejam impossibilitadas de se deslocar de forma autónoma no Concelho de Silves.

 

dr_rui_lourenco_silves_abril_2010.jpgNo decorrer da sessão, o Presidente da ARS Algarve,IP, Dr Rui Lourenço, aproveitou o momento para lembrar o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido desde 2005 entre a ARS Algarve IP e a autarquia de Silves, elogiando «a visão integrada» da câmara através da implementação de politicas de saúde no concelho, salientando que «a saúde hoje faz-se para além dos serviços de saúde» e com o apoio e em parceria com todas as entidades.

 

 

Salientando que «este projecto é fundamental» sobretudo para fazer face ao «envelhecimento demográfico», visto que dará «a possibilidade de colocar novas tecnologias ao serviço das pessoas mais velhas que têm dificuldades de movimento e muitas vezes de isolamento sendo esta uma questão central para melhorar a qualidade de vida dessas pessoas, para as ajudar e dar-lhes alguma dignidade no final das suas vidas».

 

De referir que a nível europeu, este projecto é liderado pelo Syndicat Mixte du Pays Couserans Direction (França), contando com a participação da Association pour le Développement du Pays  de Figeac (França), Asociación Aragonesa de Entes Locales, Federación Asturiana de Concejos, Fundación INTRAS (Espanha) e o Município de Silves (Portugal). Tem ainda como parceiros associados o Hospital de Zamora, Asociación de Entidades para la Promoción de la Asistencia Sociosanitaria y de la Salud Mental, Asociación de Empresas Sociales de Castilla y León en Enfermedad Mental (Espanha), Ministério da Saúde (Portugal), Association ECHOSANTE e Réseau Télémédecine Regional Midi Pyrénées (França).

protocolo_silves_abril_2010.jpg
Voltar
RSE - Area Cidadão