Apoio Psicológico a utentes e profissionais covid -19
banner_receitas poéticas
folheto_rastreio_retinopatia_BANNER2
banners_site2017_mamografia3
banner_verao&saude_sns
banner_vacinacao_covid
covid_regras_2
banner_GABINETESAUDEMENTAL_covid19_3
banner_obrigado_covid19
previous arrow
next arrow

Colégio da Especialidade de Ginecologia e Obstetrícia da Ordem dos Médicos recomenda vacinação contra a Gripe A (H1N1) 2009

imagemNo dia 8 de Dezembro de 2009, o Colégio da Especialidade de Ginecologia e Obstetrícia da Ordem dos Médicos informou o Sr. Director Geral de Saúde que na sua última reunião,  depois de analisada a relação de risco/benefício da vacinação das grávidas, em função da actual situação provocada pela Gripe A (H1N1) 2009 decidiu apoiar as medidas implementadas pela Direcção Geral de Saúde no que se refere à vacinação contra a infecção contra a Gripe A  (H1N1) 2009 e recomendar a todos os Ginecologistas/Obstetras, bem como a todas as grávidas, a prática da administração da vacina, considerando que não existem no momento argumentos científicos que a contrariem ou suscitem preocupação e que a contracção da doença pode, em casos pontuais,  ser de grande gravidade.

 

 

 

imagemNo dia 8 de Dezembro de 2009, o Colégio da Especialidade de Ginecologia e Obstetrícia da Ordem dos Médicos informou o Sr. Director Geral de Saúde que na sua última reunião,  depois de analisada a relação de risco/benefício da vacinação das grávidas, em função da actual situação provocada pela Gripe A (H1N1) 2009 decidiu apoiar as medidas implementadas pela Direcção Geral de Saúde no que se refere à vacinação contra a infecção contra a Gripe A  (H1N1) 2009 e recomendar a todos os Ginecologistas/Obstetras, bem como a todas as grávidas, a prática da administração da vacina, considerando que não existem no momento argumentos científicos que a contrariem ou suscitem preocupação e que a contracção da doença pode, em casos pontuais,  ser de grande gravidade.

 

 

 

 

Recordamos que a Direcção Geral de Saúde recomenda a vacinação a todas as grávidas dos 2.º e 3.º trimestres (> 12 semanas) e que a vacinação da grávida confere ao filho protecção nos primeiros meses de vida, idade em que a vacina não está indicada.

imagem
Voltar
RSE - Area Cidadão