Apoio Psicológico a utentes e profissionais covid -19
banner_receitas poéticas
folheto_rastreio_retinopatia_BANNER2
banners_site2017_mamografia3
banner_verao&saude_sns
banner_vacinacao_covid
covid_regras_2
banner_GABINETESAUDEMENTAL_covid19_3
banner_obrigado_covid19
previous arrow
next arrow

Dr. José Reis Júnior homenageado em Lagos

imagem

O Dr. José António dos Reis Júnior, médico pioneiro de Geriatria, natural de Lagos, foi homenageado pela Câmara Municipal de Lagos, no dia 23 de Agosto, com o descerramento de uma Placa Toponímica com o seu nome, numa artéria da Freguesia de São Sebastião, em Lagos. Inserida na Comemoração do seu 100º aniversário, esta atribuição assume um carácter excepcional, sendo a primeira vez que a Comissão Municipal de Toponímia atribuiu em vida uma placa toponímica.

 

Foto:CML

imagem

O Dr. José António dos Reis Júnior, médico pioneiro de Geriatria, natural de Lagos, foi homenageado pela Câmara Municipal de Lagos, no dia 23 de Agosto, com o descerramento de uma Placa Toponímica com o seu nome, numa artéria da Freguesia de São Sebastião, em Lagos. Inserida na Comemoração do seu 100º aniversário, esta atribuição assume um carácter excepcional, sendo a primeira vez que a Comissão Municipal de Toponímia atribuiu em vida uma placa toponímica.

 

Foto:CML

 

Nasceu em Lagos, a 20 de Fevereiro de 1908, mês do Regicídio, percursor da implementação da República, na antiga Rua de Santa Bárbara, actual a Rua Miguel Bombarda.

Filho de um pequeno empreiteiro da construção civil e de uma professora do ensino primário, aos cinco anos de idade muda-se para a casa histórica, a qual foi sede da Comissão Municipal dos Descobrimentos de Lagos.

Até 1918 frequenta a escola primária, concluindo com distinção o 2º grau, actual 4º ano, sendo sempre o 1º classificado dos 6 aos 10 anos. Dos 11 aos 13 anos iniciou a aprendizagem prática na farmácia da igreja do Compromisso Marítimo e aos 13 anos exerce as funções no notário de Lagos.

Aos 17 anos decide estudar medicina, tendo completado 7 anos liceais em apenas 2 anos, dos 17 aos 19. De Outubro de 1925 a Julho de 1926 prepara-se para o exame do 2º ano liceal, no Liceu de Faro. Foi aprovado com distinção, tendo estudado os primeiros dois anos do liceu em 10 meses e quase sozinho. No ano seguinte, com o mesmo método autodidacta submete-se ao 5º ano liceal em Faro, sendo igualmente aprovado com distinção, estudando mais três anos do liceu em 10 meses. O exame do 7 º ano foi realizado em Beja onde obtém a nota mais elevada nessa época de exames.

Em Novembro de 1927 chega pela primeira vez a Lisboa e matricula-se na Faculdade de Ciências nos preparatórios do Curso de Medicina. Em 1934, licenciou-se em medicina e cirurgia pela Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa. De 1936-1939 foi interno de medicina dos Hospitais Civis de Lisboa. Exerceu clínica geral de 1935 a 1995. Tem o Curso de Geriatria pela Universidade de Columbia, EUA (1951).

Foi Co-fundador e Membro do Conselho Directivo da International Association of Gerontology – IAG (1950-1989). Com efeito, foi um dos 100 médicos fundadores da IAG aquando do I Congresso Internacional realizado em 1950, em Liège, na Bélgica. Iniciou a sua actividade em clínica privada geriátrica em 1950. Foi Fundador e Presidente da Sociedade Portuguesa de Geriatria e Gerontologia – SPGG (1951-1992), como secção da Sociedade das Ciências Médicas de Lisboa.

É Presidente Honorário da Sociedade Portuguesa de Geriatria e Gerontologia (SPGG, secção da Sociedade das Ciências Médicas de Lisboa). Foi fundador da Citécnica – organização para o progresso da ciência e da tecnologia desde 1958. Fundador e Director do jornal semanal «Notícias Médicas», desde 1971, sendo pioneiro do jornalismo médico desde 1958. Editor de Anuários originais sobre a saúde, medicina e medicamentos desde 1992. Participou e apresentou trabalhos nos diversos congressos mundiais da IAG. Foi galardoado com prémios internacionais e nacionais de Geriatria. Foi autor do primeiro tratado de medicina geriátrica publicado na literatura médica da Península Ibérica e América Latina (1967), que mereceu duas reedições em 1978 e em 2002, com o nome «Medicina Geriátrica: Prevenção, Tratamento e Reabiliação». Organiza e preside a Congressos e a Jornadas de Geriatria e de diversas outras especialidades.

Desde 1980 que implementa a formação médica contínua em Portugal. É membro do Conselho Científico de revistas de Geriatria nacional e internacionais. A sua actividade incide na Geriatria com publicação de livros, organização e participação em Congressos Nacionais e da IAG e no jornalismo médico, com edições de Informação e Formação Médica Contínua do jornal «Notícias Médicas». Instituiu o Prémio de Educação Dr. José Reis Júnior, premiando os melhores alunos do 12.º ano das Escolas Secundárias de Lagos, desde 1995. Criou a FEG – Fundação para a Educação e a Geriatria Dr. José Reis Jr. (1998). Foi instituído pela SPGG o Prémio de Geriatria “Dr. José Reis Jr” bianual (1994). Foi autor da autobiografia “Uma Vida. Uma História. Um Século” (1994). Recebeu o Prémio “Nunes Corrêa – Verdades de Faria” da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (1994). Foi distinguido com a Medalha de Ouro de Serviços Distintos do Ministério da Saúde (1998).

Foi distinguido pela Ordem dos Médicos, na sua sede em Lisboa, em 2005. É ainda Membro das seguintes organizações: International Association of Gerontology, New York Academy of Sciences, American Association for the Advancement of Sciences, American Association for Cancer Research, Real Academia de Medicina y Cirurgia de Galícia, Gerontology Society of America, Sociedad Española de Geriatria y Gerontologia e Associação Portuguesa de Formação Médica Contínua.    

Actualmente com 100 anos mantém-se no desempenho das suas funções com elevado mérito, entusiasmo e capacidade de trabalho, sempre com o lema «Querer é Poder».

Fonte: Câmara Municipal de Lagos

imagem
Voltar
RSE - Area Cidadão