Apoio Psicológico a utentes e profissionais covid -19
banner_receitas poéticas
folheto_rastreio_retinopatia_BANNER2
banners_site2017_mamografia3
banner_verao&saude_sns
banner_vacinacao_covid
covid_regras_2
banner_GABINETESAUDEMENTAL_covid19_3
banner_obrigado_covid19
previous arrow
next arrow

Em 2009 os Centros de Saúde do Algarve ultrapassam 1,2 milhões de consultas

imagem

No ano de 2009 os Centros de Saúde do Algarve realizaram 1.252.198 atendimentos dos quais 1.069.036 consultas programadas, mais 44.779 do que em 2008. Destas, 300.461 foram primeiras consultas, o que significa uma melhoria da taxa de utilização de 12.3%, o mesmo é dizer que 69.9% da população residente utilizou os Centros de Saúde no ano de 2009, contra 68.8% no ano de 2008, resultado coerente com o esforço da ARS Algarve IP na melhoria da acessibilidade a cuidados médicos na Região.

imagem

No ano de 2009 os Centros de Saúde do Algarve realizaram 1.252.198 atendimentos dos quais 1.069.036 consultas programadas, mais 44.779 do que em 2008. Destas, 300.461 foram primeiras consultas, o que significa uma melhoria da taxa de utilização de 12.3%, o mesmo é dizer que 69.9% da população residente utilizou os Centros de Saúde no ano de 2009, contra 68.8% no ano de 2008, resultado coerente com o esforço da ARS Algarve IP na melhoria da acessibilidade a cuidados médicos na Região.

 

No que se refere às consultas de Atendimento Complementar dos Centros de Saúde – consulta do dia para utentes, não integrados em Unidades de Saúde Familiar, com doença aguda ou com médico de família ausente e actividades desenvolvidas nos sítios de atendimento à Gripe A (SAG’s) – verificou-se um total de 182.892 consultas, menos 8.6% do que os realizados em 2008, o que pode significar uma reorientação para consultas programadas.

 

 

2006

2007

2008

2009

Variação (%) 2008/2009

Consultas programadas

919.477

944.541

1.007.357

1.069.306

6.1%

Consultas Atendimento Complementar

270.140

233.903

200.062

182.892

3,2%

N.º de 1.as consultas do ano

267.444

274.600

293.399

300.461

-8.6%%

Taxa de utilização (1.as consultas ano /Pop. inscrita)

63.4%

64.4%

68.8%

69.9%

2.4%

 

 

 

 

 

 

 

Ao mesmo tempo os pontos da Rede de urgência e emergência do Algarve – a funcionar no pólo de Lagos do Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio, nos Centros de Saúde de Albufeira, Loulé e Vila Real de Santo António e nos Serviços de Urgência Geral dos Hospitais, Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio, EPE (Portimão) e Hospital Faro, EPE – registaram um total de 419.187 atendimentos em 2009, valor inferior ao verificado nos anos de 2008 (422.460), 2007 (438.588) e 2006 (8442.227).

 

No ano de 2009, ano em que a actividade desenvolvida na Rede de Urgência foi afectada pelo eclodir da Pandemia de Gripe A, H1N1, que no Algarve provocou dois picos de procura durante os meses de Agosto e Novembro, os serviços de urgência apresentaram comportamentos distintos:

 

Nos 4 Serviços de Urgência Básica – de Lagos, de Albufeira, de Loulé e de Vila Real de Santo António  – a actividade assistencial registou uma diminuição, no ano de 2009 verificando-se um total de 171.314 atendimentos, menos 15.240 do que em 2008 e menos 30.894 do que em 2006.

 

 

2009

2008

2007

2006

SUB Lagos

29.255

31.317

33.268

35.359

SUB Albufeira

54.504

57.707

63.440

63.476

SUB Loulé

46.268

49.571

51.769

49.676

SUB Vila Real Santo António

41.287

47.959

54.111

53.697

Total SUB’s

171.314

186.554

202.588

202.208

 

Nos Serviços de Urgência do Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio, EPE (Portimão) e do Hospital de Faro, EPE, registou-se um aumento da procura no ano de 2009, com 247.873 atendimentos, ou seja, mais 11.967 atendimentos do que em 2008 e mais 7.854 do que em 2006.

 

 

2009

2008

2007

2006

SU C.H.B.A., EPE – Portimão

102.486

99.711

101.170

105.348

SU H. Faro, EPE

145.387

136.195

134.557

134.671

Total SU Hospitais do Algarve

247.873

235.906

236.267

240.019

  

Podemos concluir que estes resultados verificados no ano de 2009 – com o aumento do número consultas prestadas nos Centros de Saúde, em particular das consultas programadas e das 1.ªas consultas, associado à diminuição do número total dos atendimentos verificados na Rede de Urgência do Algarve – evidenciam a consolidação dos resultados obtidos em 2007 e 2008, mesmo em contexto de Gripe Pandémica, confirmando os benefícios da reforma dos serviços de saúde em curso (através da criação de Unidades de Saúde Familiar e da requalificação da rede de urgência), demonstrando o empenhamento de todos os profissionais de saúde em prol da melhoria contínua dos serviços.

imagem
Voltar
RSE - Area Cidadão