rastreio retinopatia diabética
Banner_SemanaTeste_2022
banners_antibioticos2022
i035812
folheto_rastreio_retinopatia_BANNER2
banners_site2017_mamografia3
banner_obrigado_covid19
previous arrow
next arrow

Experiência do Algarve na Prevenção da Obesidade Infantil apresentada no 13º Congresso Português da Obesidade

imagemA Experiência do Algarve no âmbito da Prevenção da Obesidade Infantil foi um dos temas em debate na passada sexta feira, 20 de Novembro, num dos simpósios do 13º Congresso Português da Obesidade realizado no Hotel Tivoli Marina – Vilamoura,  organizado pela Sociedade Portuguesa de Obesidade, cuja mesa foi moderada pelo Director Regional de Educação do Algarve, Dr Luís Correia, tendo contado com a participação da Dra Teresa Sancho, Nutricionista do Departamento de Saúde Pública da ARS Algarve,IP, do Professor Eduardo Fernandes do Gabinete de Educação para a Saúde da DREAlg, da Dra Helena Boavida, Coordenadora da USF Farol do Centro de Saúde de Faro e ainda do Vogal do Conselho Directivo da ARS Algarve,IP, Dr. Eusébio Pacheco.

 

 

imagemA Experiência do Algarve no âmbito da Prevenção da Obesidade Infantil foi um dos temas em debate na passada sexta feira, 20 de Novembro, num dos simpósios do 13º Congresso Português da Obesidade realizado no Hotel Tivoli Marina – Vilamoura,  organizado pela Sociedade Portuguesa de Obesidade, cuja mesa foi moderada pelo Director Regional de Educação do Algarve, Dr Luís Correia, tendo contado com a participação da Dra Teresa Sancho, Nutricionista do Departamento de Saúde Pública da ARS Algarve,IP, do Professor Eduardo Fernandes do Gabinete de Educação para a Saúde da DREAlg, da Dra Helena Boavida, Coordenadora da USF Farol do Centro de Saúde de Faro e ainda do Vogal do Conselho Directivo da ARS Algarve,IP, Dr. Eusébio Pacheco.

 

 

 

 

imagem

 

Após a visualização de um vídeo de apresentação do Programa de Combate à Obesidade Infantil na Região do Algarve, a Dra Teresa Sancho, Coordenadora do Programa, falou sobre a implementação do mesmo, numa apresentação intitulada «Alimentação saudável na escola», onde elencou as diversas intervenções realizadas na região ao nível das escolas naquilo que tem haver com a postura e o consumo diário dos milhares de alunos das escolas algarvias quer a nível das refeições quer a nível das merendas, sendo que os principais objectivos passam por criar atitudes positivas face à alimentação; diversificar a aceitação de alimentos saudáveis, relacionar a alimentação com a promoção da saúde, promover hábitos de alimentação saudável

 

 

No decorrer da apresentação, a Dra Teresa Sancho explicou quais as estratégias e as metodologias seguidas, nomeadamente, no âmbito do Programa de Promoção da Qualidade Nutricional das Refeições das Escolas da Rede Pública – 2005 / 2010, salientando ainda os vários projectos locais desenvolvidos pelos técnicos da ARS Algarve,IP na região: Sopalândia – Loulé; Merendas de Recreio – Olhão; Prevenção da Obesidade Infantil – Faro (ELSA – Estratégias Locais de Saúde); Saber Comer para melhor Crescer – Albufeira.

 

 

imagemDe seguida, o Professor Eduardo Fernandes do Gabinete de Educação para a Saúde da DREAlg e Coordenador do Programa Escola Activa, traçou o desenvolvimento do programa da Escola Activa na região. Concebido pela Escola Superior de Educação e posto em prática pela Direcção Regional de Educação do Algarve, durante o ano lectivo de 2008/2009, o projecto Escola Activa tem como objectivo principal colocar a Escola como promotora da actividade física.

 

Através da apresentação de vários exemplos práticos desenvolvidos ao londo do ano lectivo, o Professor Eduardo Fernandes explicou que o projecto «Escola Activa» criou um conceito integrado de promoção e adesão à actividade física, através de estratégias cognitivo-comportamentais, que envolvem a participação da comunidade escolar, das famílias, dos profissionais de saúde e das autarquias.

 

 

De salientar que a estratégia para mobilização de parceiros tem tornado a intervenção comunitária muito eficiente, visto que esta assenta num processo de cooperação e parceria entre diferentes sectores da comunidade (Direcção Regional de Educação/Agrupamentos, Autarquia, Instituto do Desporto, Associações de Pais, Escola Superior de Saúde de Faro), na concepção, implementação, concretização e avaliação das actividades.

 

 

imagemA última intervenção da mesa foi protagonizada pela Dra Helena Boavida, Coordenadora da USF Farol do CS Faro, que falou da importância da «Intervenção precoce das equipas de saúde familiar» no âmbito da prevenção da obesidade em conjugação com as estratégias e metodologias desenvolvidas nas escolas, sublinhando que «o médico e o enfermeiro de família têm uma possibilidade privilegiada no Sistema de Saúde e na sociedade, de intervir, apoiando e incentivando a adopção de estilos de vida saudáveis, a promoção da saúde e a prevenção da doença».

 

 

De referir que o 13º Congresso Português da Obesidade reuniu diversos especialistas nacionais na área entre os dias 19 e 21 de Novembro em Vilamoura com o objectivo de promover um momento de reflexão intersectorial sobre as prioridades actuais de intervenção no combate à obesidade infantil, quer em termos de intervenção terapêutica quer, sobretudo, em termos de estratégias de prevenção.

 

Paralelamente ao Congresso decorreu o primeiro Fórum do Observatório Nacional da Obesidade e do Controlo do Peso (ONOCOP) sob a temática «Obesidade infantil em Portugal: que prioridades de intervenção?»

 

 Consultar: imagemApresentação «Alimentação saudável na escola» – Dra Teresa Sancho

                imagem   Apresentação «Escola Activa» – Professor Eduardo Fernandes

               imagem  Apresentação «Intervenção precoce das equipas de saúde familiar» – Dra Helena Boavida

imagem
Voltar
RSE - Area Cidadão