rastreio retinopatia diabética
Banner_SemanaTeste_2022
banners_antibioticos2022
i035812
folheto_rastreio_retinopatia_BANNER2
banners_site2017_mamografia3
banner_obrigado_covid19
previous arrow
next arrow

Hospital de Faro assinala Dia Mundial do Enfermeiro com palestra «Da razão à espiritualidade – uma reflexão, um testemunho»

Com o intuito de assinalar o Dia Mundial do Enfermeiro, o Hospital de Faro promove no próximo dia 12 de Maio uma palestra sob o título «Da razão à espiritualidade – uma reflexão, um testemunho», onde se procurará fazer uma abordagem ética e espiritual da doença, enfatizando a importância dos imperativos de humanização.

 

Agendada para as 15:00 horas, no auditório do Hospital, a palestra contará com as intervenções da enfermeira Andreína Tavares que abordará a questão da espiritualidade ligada à problemática dos cuidados paliativos, e da enfermeira Célia Ginja que falará da sua vivência da doença, tanto na perspectiva do profissional de saúde, como na qualidade de doente.

 

A sessão contará também com a prelecção do padre César Chantre que, para além de reiterar a importância da actividade do enfermeiro na prestação de cuidados de saúde, trará a debate questões ligadas à dignidade humana nos serviços de saúde.

 

A palestra prevê ainda um momento musical com as actuações de Filipa Carvalho, na flauta, e Tiago Leal, na guitarra.

 

Esta é mais uma iniciativa inserida no «Hoscult», um ciclo de palestras temáticas promovidas pelo Hospital de Faro com o objectivo de cruzar diferentes perspectivas e saberes sobre um mesmo tema, envolvendo a comunidade hospitalar, com o seu conhecimento científico, e instituições ou indivíduos de outras áreas que, embora transversalmente, estejam relacionadas com a área da Saúde.

Com o intuito de assinalar o Dia Mundial do Enfermeiro, o Hospital de Faro promove no próximo dia 12 de Maio uma palestra sob o título «Da razão à espiritualidade – uma reflexão, um testemunho», onde se procurará fazer uma abordagem ética e espiritual da doença, enfatizando a importância dos imperativos de humanização.

 

Agendada para as 15:00 horas, no auditório do Hospital, a palestra contará com as intervenções da enfermeira Andreína Tavares que abordará a questão da espiritualidade ligada à problemática dos cuidados paliativos, e da enfermeira Célia Ginja que falará da sua vivência da doença, tanto na perspectiva do profissional de saúde, como na qualidade de doente.

 

A sessão contará também com a prelecção do padre César Chantre que, para além de reiterar a importância da actividade do enfermeiro na prestação de cuidados de saúde, trará a debate questões ligadas à dignidade humana nos serviços de saúde.

 

A palestra prevê ainda um momento musical com as actuações de Filipa Carvalho, na flauta, e Tiago Leal, na guitarra.

 

Esta é mais uma iniciativa inserida no «Hoscult», um ciclo de palestras temáticas promovidas pelo Hospital de Faro com o objectivo de cruzar diferentes perspectivas e saberes sobre um mesmo tema, envolvendo a comunidade hospitalar, com o seu conhecimento científico, e instituições ou indivíduos de outras áreas que, embora transversalmente, estejam relacionadas com a área da Saúde.

Voltar
RSE - Area Cidadão