Apoio Psicológico a utentes e profissionais covid -19
banner_receitas poéticas
folheto_rastreio_retinopatia_BANNER2
banners_site2017_mamografia3
banner_verao&saude_sns
banner_vacinacao_covid
covid_regras_2
banner_GABINETESAUDEMENTAL_covid19_3
banner_obrigado_covid19
previous arrow
next arrow

Inaugurada USF Farol no Centro de Saúde de Faro

imagem

Realizou-se esta terça feira, 30 de Dezembro, a abertura oficial da Unidade de Saúde Familiar Farol no Centro de Saúde de Faro. Esta é a segunda Unidade de Saúde Familiar a abrir no concelho de Faro e a sexta na região do Algarve.

 

 

Sob a Coordenação da Dra. Helena Boavida, a USF Farol reúne uma equipa multidisciplinar composta por sete médicos, sete enfermeiros e seis administrativos, numa primeira fase, sendo que, a partir de Março de 2009 irá integrar mais 2 médicos, 2 enfermeiros e um administrativo. «A versão final da USF está dependente da conclusão do Internato de uma actual interna de Medicina Geral e Familiar em Fevereiro próximo e da transferência de um médico de outro Centro de Saúde do Algarve. Os restantes elementos de enfermagem e administrativo estarão também disponíveis a partir de Março 2009», explicou a Coordenadora da USF Farol.

 

imagemA possibilidade de trabalhar em equipa de forma eficaz, organizada prestando assim cuidados de saúde de forma mais personalizada e humanizada, são algumas das razões apontadas pela Dra. Helena Boavida que contribuíram para que os profissionais decidissem abraçar este novo modelo de prestação de cuidados de saúde.

  

Cumprindo a sua actividade de carteira básica irá procurar obter uma maior capacidade de resposta, garantindo mais acessibilidade, mais proximidade e maior qualidade para os cuidados de saúde, diminuindo assim significativamente o número de utentes sem médico de família. De acordo com a Dra. Helena Boavida, «a USF Farol dará resposta às necessidades em cuidados de saúde a 3400 utentes até agora sem médico de família no concelho de Faro».

 

Oferecendo a todos os seus utentes um vasto conjunto de actividades expressas no seu plano de acção, a USF Farol pretende garantir sempre a todos os seus utentes «uma melhor resposta de cuidados na promoção da saúde e controle da doença, acessibilidade em tempo útil em situação de doença aguda, oferta de informação relevante para a capacitação do doente na gestão da doença crónica, acompanhamento por um grupo restrito de profissionais que tenderá, progressivamente, a conhecer todos os utentes frequentadores da Unidade», realçou a Coordenadora, sublinhando que «mantém-se como prioritário o acompanhamento pelo médico e enfermeiro de família de um grupo determinado de utentes».

 

imagemNo decorrer da cerimónia de inauguração que contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Faro, Dr. José Apolinário e do Coordenador Nacional para a Missão de Cuidados de Saúde Primários, Dr. Luís Pisco, a Dra. Helena Boavida explicou ainda como surgiu o nome «Farol»: «Para nós significa o que queremos ser: Farol…ponto de referência para o utente…nas suas opções na saúde e na doença…para melhor orientar o seu percurso, sendo protagonistas na gestão da doença crónica e na opção por uma vida saudável. Queremos olhar o indivíduo, as famílias, a comunidade».

 

Instalada no Centro de Saúde de Faro, a USF Farol disporá de uma aplicação informática para apoiar toda a actividade assistencial e coexistirá com os serviços já existentes no Centro de Saúde.

 

O horário previsto de actividade será das 8 às 20 horas nos dias úteis, aos sábados e domingos o funcionamento será das 8 às 14 horas.

 

imagemA USF Farol é a sexta Unidade de Saúde Familiar a entrar em funcionamento na região do Algarve, depois da USF Âncora em Olhão (Outubro de 2006) e a USF Al-Gharb em Faro (Outubro de 2007), da USF Balsa em Tavira (Dezembro de 2007), da USF Mirante em Olhão (Maio de 2008) e da USF Monchique (Julho de 2008). Até final do 1º semestre de 2009 estão previstas a abertura de mais duas USF, uma em Faro – USF Ria Formosa e uma em Vila Real de Santo António/Castro Marim – USF Guadiana.

 

Reportagem RTP sobre a USF Farol

imagem

Realizou-se esta terça feira, 30 de Dezembro, a abertura oficial da Unidade de Saúde Familiar Farol no Centro de Saúde de Faro. Esta é a segunda Unidade de Saúde Familiar a abrir no concelho de Faro e a sexta na região do Algarve.

 

 

Sob a Coordenação da Dra. Helena Boavida, a USF Farol reúne uma equipa multidisciplinar composta por sete médicos, sete enfermeiros e seis administrativos, numa primeira fase, sendo que, a partir de Março de 2009 irá integrar mais 2 médicos, 2 enfermeiros e um administrativo. «A versão final da USF está dependente da conclusão do Internato de uma actual interna de Medicina Geral e Familiar em Fevereiro próximo e da transferência de um médico de outro Centro de Saúde do Algarve. Os restantes elementos de enfermagem e administrativo estarão também disponíveis a partir de Março 2009», explicou a Coordenadora da USF Farol.

 

imagemA possibilidade de trabalhar em equipa de forma eficaz, organizada prestando assim cuidados de saúde de forma mais personalizada e humanizada, são algumas das razões apontadas pela Dra. Helena Boavida que contribuíram para que os profissionais decidissem abraçar este novo modelo de prestação de cuidados de saúde.

  

Cumprindo a sua actividade de carteira básica irá procurar obter uma maior capacidade de resposta, garantindo mais acessibilidade, mais proximidade e maior qualidade para os cuidados de saúde, diminuindo assim significativamente o número de utentes sem médico de família. De acordo com a Dra. Helena Boavida, «a USF Farol dará resposta às necessidades em cuidados de saúde a 3400 utentes até agora sem médico de família no concelho de Faro».

 

Oferecendo a todos os seus utentes um vasto conjunto de actividades expressas no seu plano de acção, a USF Farol pretende garantir sempre a todos os seus utentes «uma melhor resposta de cuidados na promoção da saúde e controle da doença, acessibilidade em tempo útil em situação de doença aguda, oferta de informação relevante para a capacitação do doente na gestão da doença crónica, acompanhamento por um grupo restrito de profissionais que tenderá, progressivamente, a conhecer todos os utentes frequentadores da Unidade», realçou a Coordenadora, sublinhando que «mantém-se como prioritário o acompanhamento pelo médico e enfermeiro de família de um grupo determinado de utentes».

 

imagemNo decorrer da cerimónia de inauguração que contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Faro, Dr. José Apolinário e do Coordenador Nacional para a Missão de Cuidados de Saúde Primários, Dr. Luís Pisco, a Dra. Helena Boavida explicou ainda como surgiu o nome «Farol»: «Para nós significa o que queremos ser: Farol…ponto de referência para o utente…nas suas opções na saúde e na doença…para melhor orientar o seu percurso, sendo protagonistas na gestão da doença crónica e na opção por uma vida saudável. Queremos olhar o indivíduo, as famílias, a comunidade».

 

Instalada no Centro de Saúde de Faro, a USF Farol disporá de uma aplicação informática para apoiar toda a actividade assistencial e coexistirá com os serviços já existentes no Centro de Saúde.

 

O horário previsto de actividade será das 8 às 20 horas nos dias úteis, aos sábados e domingos o funcionamento será das 8 às 14 horas.

 

imagemA USF Farol é a sexta Unidade de Saúde Familiar a entrar em funcionamento na região do Algarve, depois da USF Âncora em Olhão (Outubro de 2006) e a USF Al-Gharb em Faro (Outubro de 2007), da USF Balsa em Tavira (Dezembro de 2007), da USF Mirante em Olhão (Maio de 2008) e da USF Monchique (Julho de 2008). Até final do 1º semestre de 2009 estão previstas a abertura de mais duas USF, uma em Faro – USF Ria Formosa e uma em Vila Real de Santo António/Castro Marim – USF Guadiana.

 

Reportagem RTP sobre a USF Farol

imagem
Voltar
RSE - Area Cidadão