Apoio Psicológico a utentes e profissionais covid -19
banner_receitas poéticas
folheto_rastreio_retinopatia_BANNER2
banners_site2017_mamografia3
banner_verao&saude_sns
banner_vacinacao_covid
covid_regras_2
banner_GABINETESAUDEMENTAL_covid19_3
banner_obrigado_covid19
previous arrow
next arrow

Inicio de funcionamento da Unidade de Longa Duração e Manutenção de Loulé

scm_loule.jpgEntrou em funcionamento esta terça-feira, 31 de Maio de 2011, a nova Unidade de Longa Duração e Manutenção de Loulé da Santa Casa da Misericórdia de Loulé com capacidade de 21 camas, passando assim a Região do Algarve a dispor neste momento de 413 camas de internamento integradas na Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados.

 

 

scm_loule.jpgEntrou em funcionamento esta terça-feira, 31 de Maio de 2011, a nova Unidade de Longa Duração e Manutenção de Loulé da Santa Casa da Misericórdia de Loulé com capacidade de 21 camas, passando assim a Região do Algarve a dispor neste momento de 413 camas de internamento integradas na Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados.

 

 

 

 

Esta nova Unidade a funcionar nas instalações do antigo Hospital de Loulé, edifício propriedade da Santa Casa da Misericórdia de Loulé, foi objecto de financiamento pelo Programa MODELAR I, publicado pela Portaria nº376/08, de 23 de Maio, quer em termos de obras de adaptação, quer em termos de aquisição de equipamento, com vista à reconversão deste espaço em Unidade de Internamento em Longa Duração e Manutenção da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados da Região do Algarve, no montante total aprovado de 750 mil euros.

 

 

Formada por uma equipa multidisciplinar composta por cerca de 20 profissionais das áreas médica, enfermagem, psicologia, serviço social, fisioterapia, nutrição, animação socio-cultural e pessoal auxiliar, esta nova unidade de cuidados continuados permitiu criar 12 novos postos de trabalho.

 

 

Com a abertura desta nova unidade dá-se continuidade à implementação da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados na Região do Algarve, passando a região a dispor de 413 camas de internamento destinadas a cuidados continuados a pessoas idosas e dependentes, sendo 80 de convalescença, 10 de cuidados paliativos, 104 para internamentos de média duração e reabilitação e 219 para internamentos de longa duração e manutenção.

 

Ver: Video sobre o trabalho desenvolvido na Rede de Cuidados Continuados Integrados no Algarve de 2006 a 2011

scm_loule.jpg
Voltar
RSE - Area Cidadão