Apoio Psicológico a utentes e profissionais covid -19
banner_receitas poéticas
folheto_rastreio_retinopatia_BANNER2
banners_site2017_mamografia3
banner_verao&saude_sns
banner_vacinacao_covid
covid_regras_2
banner_GABINETESAUDEMENTAL_covid19_3
banner_obrigado_covid19
previous arrow
next arrow

Intervenção de Equipa de Cuidados Continuados Integrados em Silves reforçada com telesuporte comunitário

imagem

No seguimento da assinatura de acordo de cooperação no âmbito do Projecto RESATER, entre o Município de Silves e a Administração Regional de Saúde do Algarve (ARS Algarve, IP), a 22 de Abril de 2010, encontra-se a decorrer a implementação do sistema de telesuporte comunitário no Concelho de Silves, que virá reforçar a intervenção da Equipa de Cuidados Continuados Integrados domiciliários (ECCI), aumentar a segurança dos utentes e promover o auto-cuidado no domicílio.

imagem

No seguimento da assinatura de acordo de cooperação no âmbito do Projecto RESATER, entre o Município de Silves e a Administração Regional de Saúde do Algarve (ARS Algarve, IP), a 22 de Abril de 2010, encontra-se a decorrer a implementação do sistema de telesuporte comunitário no Concelho de Silves, que virá reforçar a intervenção da Equipa de Cuidados Continuados Integrados domiciliários (ECCI), aumentar a segurança dos utentes e promover o auto-cuidado no domicílio.

O projecto RESATER pretende criar ferramentas integradas de gestão de informação, conhecimentos, competências e serviços, vinculados à prestação cuidados de saúde em meio rural, criando-se assim um espaço de trabalho cooperativo virtual, através da integração de tecnologias multimédia e da transmissão de dados em rede.

 

Pela extensão geográfica do concelho de Silves e características sócio-demográficas, este projecto desenvolvido em parceria entre a ECCI da Unidade de Cuidados na Comunidade (UCC) Rio Arade e o Município de Silves, dá resposta a necessidades de saúde em diversos aglomerados rurais e de interior, com problemas de isolamento e de acessibilidade condicionada, como se verifica nas freguesias de S. Marcos da Serra e de S. Bartolomeu de Messines.

 

Neste momento, estão a ser desenvolvidas as ferramentas de software pela empresa responsável e já decorreram testes experimentais dos equipamentos. Este projecto, cuja implementação no Município tem um valor global de 100 mil euros, sendo 75% financiados pelo FEDER e 25% pela Câmara Municipal de Silves, será operacionalizado em meados de Abril de 2011.

 

PROJECTO – TELESUPORTE COMUNITÁRIO – da ECCI de Silves engloba:

«Call Center» – Centro de atendimento telefónico para os utentes da ECCI, efectuado por profissionais de saúde da equipa, enfermeiros, que tem por objectivo:

Efectuar a triagem, apoio e orientação dos utentes e ou cuidador informal perante uma necessidade de saúde transmitida por estes telefónicamente.

«Aplicativo de gestão de frota com sistema de localização de utentes»:

Sistema em rede que permite a gestão e localização de viaturas e comunicação com os utentes.

Este projecto implica a dotação da equipa ECCI de Silves dos seguintes equipamentos – Sistema de comunicação «central telefónica com base de dados», sistema de gestão de frota (GPS), equipamento informático, PC portátil com Web-Cam e telemóveis com videochamada para todas as viaturas da ECCI e Sede.

 

OBJECTIVOS DO PROJECTO

Sabendo que a população de 65+anos e com patologias crónicas é a grande consumidora de cuidados de saúde, e que grande maioria dos utentes da ECCI de Silves está incluída neste grupo, pretende-se com este projecto:

  • Informar e orientar o utente e/ou a família;
  • Diminuir os reinternamentos hospitalares;
  • Diminuir a utilização dos serviços de urgência;
  • Promover o auto-cuidado no domicílio;
  • Reforçar a intervenção da ECCI;
  • Facilitar o acesso aos cuidados de saúde;
  • Reforçar a segurança da família;
  • Promover a ligação e circuito com os serviços hospitalares para garantir a continuidade de cuidados entre os diferentes níveis assistenciais.

 

POPULAÇÃO ALVO/UTILIZADORES

Utentes da ECCI e seus cuidadores informais que:

Apresentem alterações do seu estado clínico;

Necessitem de esclarecimento de dúvidas relativas à sua situação de saúde;

Necessitem de calendarização de visita pela ECCI para avaliação não prevista.

 

O Programa RESATER apoia o desenvolvimento regional através do co-financiamento de projectos transnacionais por intermédio do FEDER (Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional). Este projecto é liderado pelo Syndicat Mixte du Pays Couserans Direction (França), contando com a participação da Association pour le Développement du Pays de Figeac (França), Asociación Aragonesa de Entes Locales, Federación Asturiana de Concejos, Fundación INTRAS (Espanha) e o Município de Silves (Portugal). Tem ainda como parceiros associados o Hospital de Zamora, Asociación de Entidades para la Promoción de la Asistencia Sociosanitaria y de la Salud Mental, Asociación de Empresas Sociales de Castilla y León en Enfermedad Mental (Espanha), Ministério da Saúde (Portugal), Association ECHOSANTE e Réseau Télémédecine Regional Midi Pyrénées (França).

 

Este processo implicará o desenvolvimento de um observatório SUDOE- Programa Operacional do Objectivo Cooperação Territorial do Espaço Sudoeste Europeu 2007-2013 – relacionado com saúde e telemedicina e de uma Plataforma comum de partilha de informação.

 

O programa SUDOE tem como principal objectivo consolidar o espaço sudoeste europeu como um espaço de cooperação territorial nos domínios da competitividade e da inovação, do ambiente, do desenvolvimento sustentável e do ordenamento do território.

 

Nos dias 27, 28 e 29 de Outubro no Auditório da Biblioteca Municipal de Silves decorreu o Seminário RESATER de Silves, realizando-se a cerimónia pública de apresentação dos projectos de todos os parceiros envolvidos a 28 de Outubro, presidida pela Dr.ª Isabel Soares, Presidente da Câmara Municipal de Silves e pelo Dr. Rui Lourenço, Presidente da ARS Algarve IP.

imagem
Voltar
RSE - Area Cidadão