rastreio retinopatia diabética
Banner_SemanaTeste_2022
banners_antibioticos2022
i035812
folheto_rastreio_retinopatia_BANNER2
banners_site2017_mamografia3
banner_obrigado_covid19
previous arrow
next arrow

O Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Dr. Francisco Ramos, visitou o Centro de Medicina de Reabilitação do Sul, em São Brás de Alportel, no dia 5 de Agosto de 2009

imagem

Dois anos após a assinatura do contrato em regime de parceria público privada (PPP), entre o Estado e o Grupo Português de Saúde, o Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Dr. Francisco Ramos, visitou o Centro de Medicina e Reabilitação Sul no dia 5 de Agosto de 2009.

imagem

Dois anos após a assinatura do contrato em regime de parceria público privada (PPP), entre o Estado e o Grupo Português de Saúde, o Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Dr. Francisco Ramos, visitou o Centro de Medicina e Reabilitação Sul no dia 5 de Agosto de 2009.

 

Situado em São Brás de Alportel, o Centro de Medicina e Reabilitação do Sul, tem uma lotação de 54 camas, destinadas a receber utentes do SNS de todo o país, com prioridade para os utentes da região do Algarve e do distrito de Beja, com lesões vértebro-medulares, traumatismos crâneo-encefálicos, acidentes vasculares cerebrais e outras patologias do foro neurológico, reumatológico, ortopédico, cardiovascular e pneumológico.

 

Acreditado pela CARF (Commission on Accreditation of Rehabilitation Facilities), o CMR Sul é a primeira unidade do género a ser acreditada no Sul da Europa e a nona a ser acreditada na Europa, as outras 8 unidades europeias acreditadas situam-se na Escandinávia (três na Suécia e três na Finlândia), Reino Unido e Irlanda.

 

image

O Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Dr. Francisco Ramos, teve a ocasião, durante a sua visita ao CMR Sul esta quarta-feira, testemunhar o funcionamento de excelência desta unidade de saúde, onde os utentes têm acesso à terapia da fala, à fisioterapia e à terapia ocupacional, entre outras ajudas, sendo o objectivo recuperarem a autonomia através de intervenções para situações que exigem intervenções prolongadas como lesão medular, traumatismo crâneo-encefálico, acidente vascular cerebral, entre outras. Fazendo uma avaliação muito positiva da visita, o Secretário de Estado Adjunto e da Saúde realçou, ainda, que a criação do Centro de Medicina de Reabilitação do Sul tem vindo a trazer «uma mais valia para a Saúde».

Durante o ano de 2008, o Centro de Reabilitação do Sul admitiu cerca de 300 utentes, realizou cerca de 2.000 consultas e mais de 7.000 sessões de hospital de dia.

 image
De referir que o Centro de Medicina e Reabilitação do Sul está integrado na Rede de Referenciação de Medicina Física e Reabilitação e nasceu por decisão política do Ministério da Saúde em 1999, tendo sido objecto de um concurso público internacional em 25 de Setembro de 2001, e adjudicado por despacho de 13.03.2002 do Ministro da Saúde, António Correia de Campos.

 

imagem
Voltar
RSE - Area Cidadão