rastreio retinopatia diabética
Banner_SemanaTeste_2022
banners_antibioticos2022
i035812
folheto_rastreio_retinopatia_BANNER2
banners_site2017_mamografia3
banner_obrigado_covid19
previous arrow
next arrow

Parlamento Europeu incentiva distribuição de fruta nas escolas

Diminuir a incidência de obesidade infantil nos paises na União Europeia através da distribuição de fruta nas escolas é a grande meta de uma proposta recentemente adoptada pelo Parlamento Europeu.

 

relatório de distribuição de legumes e fruta na escolas, adoptado em Bruxelas no mês de Novembro, visa reforçar a saúde pública nos estados membros.

 

A Comissão Europeia tinha proposto uma atribuição de «90 milhões de euros do orçamento comunitário» por ano para o programa de distribuição de fruta nas escolas, o que correspondaria «a uma peça de fruta, um dia por semana, durante 30 semanas por ano», para crianças dos 6 aos 10 anos de idade, devendo ser alterada esta verba para «500 milhões de euros por ano», chegando desta maneira a abranger ainda crianças na idade pré-escolar.

 

O consumo de fruta e vegetais na União Europeia é muito inferior à dose mínima diária de 400 gramas recomendada pela Organização Mundial de Saúde. Estima-se que existam, na UE, 22 milhões de crianças com excesso de peso, entre as quais mais de 5 milhões de crianças obesas.

Diminuir a incidência de obesidade infantil nos paises na União Europeia através da distribuição de fruta nas escolas é a grande meta de uma proposta recentemente adoptada pelo Parlamento Europeu.

 

relatório de distribuição de legumes e fruta na escolas, adoptado em Bruxelas no mês de Novembro, visa reforçar a saúde pública nos estados membros.

 

A Comissão Europeia tinha proposto uma atribuição de «90 milhões de euros do orçamento comunitário» por ano para o programa de distribuição de fruta nas escolas, o que correspondaria «a uma peça de fruta, um dia por semana, durante 30 semanas por ano», para crianças dos 6 aos 10 anos de idade, devendo ser alterada esta verba para «500 milhões de euros por ano», chegando desta maneira a abranger ainda crianças na idade pré-escolar.

 

O consumo de fruta e vegetais na União Europeia é muito inferior à dose mínima diária de 400 gramas recomendada pela Organização Mundial de Saúde. Estima-se que existam, na UE, 22 milhões de crianças com excesso de peso, entre as quais mais de 5 milhões de crianças obesas.

Voltar
RSE - Area Cidadão