Apoio Psicológico a utentes e profissionais covid -19
banner_receitas poéticas
folheto_rastreio_retinopatia_BANNER2
banners_site2017_mamografia3
banner_verao&saude_sns
banner_vacinacao_covid
covid_regras_2
banner_GABINETESAUDEMENTAL_covid19_3
banner_obrigado_covid19
previous arrow
next arrow

Plano Especial para Acesso a Cirurgia Oftalmológica Algarve

consulta_oftalmologia.jpg

O Plano Especial para Acesso a Cirurgia Oftalmológica, apresentado pela Sra. Ministra da Saúde no dia 16 de Maio 2008, tem como objectivo melhorar o acesso do cidadão aos cuidados oftalmológicos no Serviço Nacional de Saúde.

consulta_oftalmologia.jpg

O Plano Especial para Acesso a Cirurgia Oftalmológica, apresentado pela Sra. Ministra da Saúde no dia 16 de Maio 2008, tem como objectivo melhorar o acesso do cidadão aos cuidados oftalmológicos no Serviço Nacional de Saúde.

 

 

O Plano apresentado decorrerá de uma forma excepcional de 1 de Julho de 2008 a 30 de Junho de 2009, tendo como objectivo efectuar 30.000 cirurgias de cataratas, para além daquelas que anteriormente tinham sido contratadas pelos Hospitais públicos para 2008. Cada Centro de Elevado Desempenho, dos Hospitais do Serviço Nacional de Saúde terá que realizar 2,5 primeiras consultas de Oftalmologia por cada cirurgia de catarata agora contratada e aumentar a produção contratada em 10%, 20% ou 30%, permitindo diminuir de uma forma drástica o número de pessoas em espera para consulta, 118 mil utentes a aguardar uma consulta de oftalmologia no país.

 

No caso do Algarve, encontravam-se 675 episódios inscritos em lista de espera para cirurgia de cataratas, graças ao esforço desenvolvido pelos serviços de oftalmologia de ambos os Hospitais, não sendo demais recordar e a título de exemplo que no caso do Hospital Central de Faro, foi possível reforçar o Hospital com mais meios e recrutar uma equipa externa que nos últimos seis meses realizou 680 cirurgias de cataratas.

 

Apesar deste esforço, encontravam-se em lista de espera nos hospitais do Algarve, 2.200 pedidos de consulta de oftalmologia, pelo que decidiu o Ministério da Saúde atribuir à ARS Algarve a possibilidade de contratualizar 4.000 cirurgias de cataratas, que corresponderão a 10.000 novas primeiras consultas. Estas cirurgias serão contratadas com os Hospitais públicos da região, Hospital Central de Faro e Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio, até ao limite da sua capacidade instalada e com o Centro de Elevado Desempenho do Hospital de Santa Maria, integrado no Centro Hospitalar Lisboa Norte.

 

Faro, 2008-05-19

consulta_oftalmologia.jpg
Voltar
RSE - Area Cidadão