Apoio Psicológico a utentes e profissionais covid -19
banner_receitas poéticas
folheto_rastreio_retinopatia_BANNER2
banners_site2017_mamografia3
banner_verao&saude_sns
banner_vacinacao_covid
covid_regras_2
banner_GABINETESAUDEMENTAL_covid19_3
banner_obrigado_covid19
previous arrow
next arrow

Plataforma de Dados de Saúde – PDSi.1 – programada para entrar em funcionamento em janeiro de 2012

Foi apresentada, no dia 16 de dezembro, na reunião de dirigentes do Ministério da Saúde, a demonstração da primeira iteração da Plataforma de Dados de Saúde (PDS), PDSi.1, e os desafios para 2012 na área da Informatização Clínica.

 

A demonstração da Plataforma de Dados de Saúde, que se pretende esteja em funcionamento até 30 janeiro de 2012, decorre na sequência da criação da Comissão Para a Informatização Clínica (CIC).

 

A PDS servirá de mecanismo provocador do reforço da informatização e uso dos sistemas de informação na saúde, primeiro no Serviço Nacional de Saúde (SNS) e depois em todo o sistema de saúde Português.

 

A PDSi.1 (primeira iteração) é ainda muito limitada mas espera-se que devolva já um conjunto importante de benefícios, tais como:

  • Estímulo para a estandardização de registos de alergias, notas de alta hospitalares (médicas e de enfermagem);
  • Estímulo para a melhoria da gestão das bases de dados locais da saúde;
  • Estímulo tecnológico;
  • Melhoria dos serviços prestados por partilha de informação entre:
    • Utente e cuidados de saúde primários;
    • Cuidados de saúde primários e hospitais;
    • Hospitais.

 

Numa primeira fase a apresentação pública da PDSi.1 irá ocorrer de forma faseada, interlocutor a interlocutor, em eventos de ordens profissionais, sociedades académicas, universidades ou outras organizações, que para tal demonstrem interesse.

 

A Plataforma de Dados de Saúde está a ser desenvolvida integrando valiosos contributos da Comissão Nacional de Protecção de Dados, desde a sua primeira hora, e de profissionais de diversas instituições do SNS, a quem é prestado reconhecimento.

 

Fonte: Portal da Saúde

Foi apresentada, no dia 16 de dezembro, na reunião de dirigentes do Ministério da Saúde, a demonstração da primeira iteração da Plataforma de Dados de Saúde (PDS), PDSi.1, e os desafios para 2012 na área da Informatização Clínica.

 

A demonstração da Plataforma de Dados de Saúde, que se pretende esteja em funcionamento até 30 janeiro de 2012, decorre na sequência da criação da Comissão Para a Informatização Clínica (CIC).

 

A PDS servirá de mecanismo provocador do reforço da informatização e uso dos sistemas de informação na saúde, primeiro no Serviço Nacional de Saúde (SNS) e depois em todo o sistema de saúde Português.

 

A PDSi.1 (primeira iteração) é ainda muito limitada mas espera-se que devolva já um conjunto importante de benefícios, tais como:

  • Estímulo para a estandardização de registos de alergias, notas de alta hospitalares (médicas e de enfermagem);
  • Estímulo para a melhoria da gestão das bases de dados locais da saúde;
  • Estímulo tecnológico;
  • Melhoria dos serviços prestados por partilha de informação entre:
    • Utente e cuidados de saúde primários;
    • Cuidados de saúde primários e hospitais;
    • Hospitais.

 

Numa primeira fase a apresentação pública da PDSi.1 irá ocorrer de forma faseada, interlocutor a interlocutor, em eventos de ordens profissionais, sociedades académicas, universidades ou outras organizações, que para tal demonstrem interesse.

 

A Plataforma de Dados de Saúde está a ser desenvolvida integrando valiosos contributos da Comissão Nacional de Protecção de Dados, desde a sua primeira hora, e de profissionais de diversas instituições do SNS, a quem é prestado reconhecimento.

 

Fonte: Portal da Saúde

Voltar
RSE - Area Cidadão