rastreio retinopatia diabética
Banner_SemanaTeste_2022
banners_antibioticos2022
i035812
folheto_rastreio_retinopatia_BANNER2
banners_site2017_mamografia3
banner_obrigado_covid19
previous arrow
next arrow

Primeira bomba de insulina num doente diabético na região algarvia no CHBA

Pela primeira vez no Algarve, após a implementação do Programa Nacional do Controlo da Diabetes, foi colocada na segunda-feira 14 de Abril uma bomba de insulina, num doente com Diabetes tipo1.

Pela primeira vez no Algarve, após a implementação do Programa Nacional do Controlo da Diabetes, foi colocada na segunda-feira 14 de Abril uma bomba de insulina, num doente com Diabetes tipo1.

 

A intervenção, grosso modo, consta da colocação de uma bomba perfusora de insulina que permite a infusão subcutânea de insulina rápida. A bomba está ligada ao organismo através de um cateter inserido no tecido celular subcutâneo na parede abdominal.

Encontra-se ligada 24 horas por dia e funciona, debitando uma dose basal de insulina, dose esta que poderá ser aumentada ou diminuída pelo doente, conforme as suas necessidades. Ou seja, nas refeições aumenta momentaneamente a dose e poderá diminuí-la durante a prática de exercício ou durante uma actividade profissional mais activa. 

Esta inovação reflecte-se numa mais-valia para os doentes portadores da doença uma vez que permite um melhor controlo metabólico, um menor risco de hipoglicémias e, consequentemente, um maior controlo de complicações a longo prazo.  

Esta intervenção só se tornou possível graças à existência do Hospital de Dia da Diabetes, em funcionamento desde 2007.

Voltar
RSE - Area Cidadão