rastreio retinopatia diabética
Banner_SemanaTeste_2022
banners_antibioticos2022
i035812
folheto_rastreio_retinopatia_BANNER2
banners_site2017_mamografia3
banner_obrigado_covid19
previous arrow
next arrow

Tratamento e apoio aos doentes queimados na sociedade em debate no 8º Congresso Nacional de Queimados

Realizou-se, nos dias 13 e 14 de setembro, o 8º Congresso Nacional de Queimados, numa organização conjunta da Associação Amigos dos Queimados (AAQ) e da Sociedade Portuguesa de Queimaduras (SPQ), com o objetivo de partilhar experiências em áreas como o tratamento cirúrgico das queimaduras, o controle da resposta hipermetabólica, a reconstrução da mama queimada, a utilização de stem-cells, membrana amniótica e substitutos cutâneos no tratamento das queimaduras.

8º Congresso Nacional de QueimadosO Congresso, que decorreu no Carvoeiro, contou com a presença na sessão inaugural do vogal do Conselho Diretivo da ARS Algarve IP, Dr. Miguel Madeira, do Presidente da Direção da AAQ, Dr. Celso Cruzeiro, do Presidente da Sociedade Portuguesa de Queimaduras, Dr. Luís Cabral, o cirurgião plástico, Dr. Videira e Castro, e da cirurgiã homenageada, Drª Maria Angélica Almeida.

No decorrer da sessão inaugural, Dr. Miguel Madeira, felicitando a comissão organizadora pelo trabalho «fundamental na formação e sensibilização dos profissionais de saúde e no incansável apoio prestado aos doentes e familiares» ao longo dos anos, destacou a importância deste tipo de encontros como «um espaço privilegiado na identificação de soluções que contribuem para melhorar a assistência e a prestação de cuidados de saúde», nomeadamente numa área «tão sensível como é o tratamento das queimaduras».

Na sua intervenção, o vogal do Conselho Diretivo da ARS Algarve, elogiou ainda a elevada qualidade que os serviços hospitalares do SNS oferecem no tratamento dos queimados a nível nacional.

A terminar, Dr. Miguel Madeira dirigiu uma palavra de reconhecimento e de estímulo aos profissionais de saúde que no seu dia-a-dia e «apesar de todos os constrangimentos e dificuldades» dos tempos de hoje «desempenham o seu trabalho com elevado profissionalismo, garantindo a prestação de cuidados de saúde de enorme qualidade, que em muito prestigiam a saúde em Portugal e que se revestem da maior importância em particular a cidadãos mais vulneráveis e frágeis cuja esperança é depositada em nós e no nosso sistema de saúde».

De referir que durante o encontro estiveram presentes palestrantes provenientes das diferentes unidades de queimados nacionais e de outros serviços ligados à área médico-cirúrgica, contando ainda com a presença de conceituados palestrantes internacionais.

Voltar
RSE - Area Cidadão