rastreio retinopatia diabética
Banner_SemanaTeste_2022
banners_antibioticos2022
i035812
folheto_rastreio_retinopatia_BANNER2
banners_site2017_mamografia3
banner_obrigado_covid19
previous arrow
next arrow

USF Mirante iniciou as suas funções a 5 de Maio de 2008

usf_mirante_logo.jpgCom a inauguração no dia 5 de Maio, a USF Mirante em Olhão reune uma equipa multidisciplinar composta por dez médicos, dez enfermeiros e oito administrativos, que juntos uniram forças perante a necessidade de um novo modelo de prestação de cuidados.

usf_mirante_logo.jpgCom a inauguração no dia 5 de Maio, a USF Mirante em Olhão reune uma equipa multidisciplinar composta por dez médicos, dez enfermeiros e oito administrativos, que juntos uniram forças perante a necessidade de um novo modelo de prestação de cuidados.

Cumprindo a sua actividade de carteira básica, a USF Mirante procurará obter uma maior capacidade de resposta, garantindo mais acessibilidade, mais proximidade e maior qualidade para os cuidados de saúde.

A nível de novos serviços prestados aos utentes, tal como explica o Dr. Pinto Madeira, coordenador da equipa, «vamos ter o prolongamento de horário, das 20:00h às 22:00h, e vamos ter uma consulta de Cessação Tabágica». Perante a vasta população de utentes sem médico de família, esta nova Unidade de Saúde Familiar pretende também desenvolver actividades «para os hipertensos, diabéticos e coagulados», realça o Dr. Pinto Madeira.

mirante_equipaCom vista a abraçar cerca de 17 mil utentes no total, esta Unidade terá a sua sede em Olhão, e duas extensões, uma em Moncarapacho e outra em Pechão.

Ainda sem um lema específico e procurando apenas «uma capacidade maior de resolver os problemas das pessoas», a equipa optou pelo nome Mirante devido à arquitectura cubista da cidade de Olhão, e também por ser «uma forma de nos ligarmos à terra e ao mesmo tempo de fazer lembrar que é necessário cuidar do património», garante o coordenador desta nova USF.

Numa procura de prestação de melhores cuidados, o Utente pode recorrer directamente ao seu médico de família, e, em caso deste estar ausente, será observado por outro médico da equipa, mesmo que a consulta seja sem marcação. A nível domiciliário é também possível ao utente solicitar ao seu médico e enfermeiro uma visita, que nunca ocorrerá num prazo superior a sete dias.

Esta é a quarta USF a abrir no Algarve e a segunda a estrear em Olhão, onde já existe a USF Âncora, assim como a USF Balsa em Tavira e a USF Al-Gharb em Faro. Até ao fim do ano estão previstas oito USF ao todo no Algarve.

usf_mirante_logo.jpg
Voltar
RSE - Area Cidadão