Apoio Psicológico a utentes e profissionais covid -19
banner_receitas poéticas
folheto_rastreio_retinopatia_BANNER2
banners_site2017_mamografia3
banner_verao&saude_sns
banner_vacinacao_covid
covid_regras_2
banner_GABINETESAUDEMENTAL_covid19_3
banner_obrigado_covid19
previous arrow
next arrow

Vacinação contra a infecção por Vírus do Papiloma Humano (HPV) e prevenção do cancro do colo do útero

imagemA vacina contra a infecção por Vírus do Papiloma Humano (HPV) e prevenção do cancro do colo do útero encontra-se disponível nos Centros de Saúde do Algarve, desde Outubro de 2008. Esta nova vacina gratuita, destina-se, no ano 2011, às raparigas de 13 anos (nascidas em 1998) e de 17 anos (nascidas em 1994). 

imagemA vacina contra a infecção por Vírus do Papiloma Humano (HPV) e prevenção do cancro do colo do útero encontra-se disponível nos Centros de Saúde do Algarve, desde Outubro de 2008. Esta nova vacina gratuita, destina-se, no ano 2011, às raparigas de 13 anos (nascidas em 1998) e de 17 anos (nascidas em 1994). 

 

A vacinação universal de rotina com a vacina HPV tem como objectivo a prevenção de infecções por Vírus do Papiloma Humano e a diminuição da incidência do cancro do colo do útero.

 

O Vírus do Papiloma Humano (HPV) é responsável por uma das infecções por transmissão sexual mais comuns a nível mundial.

 

O HPV transmite-se facilmente através do contacto íntimo com a pele e a mucosa, durante a actividade sexual.

 

Existem mais de 200 tipos de HPV, 40 dos quais infectam preferencialmente a área anogenital. Alguns estão associados ao cancro do colo do útero. Outros podem causar verrugas genitais.

 

A maior parte das raparigas e mulheres, nalgum momento da sua vida, terão contacto com o HPV sem o saber. Geralmente a infecção é transitória e cura por si.

 

No entanto, por vezes o sistema imunitário não consegue eliminar o vírus, podendo desenvolver-se o cancro, por isso a vacina é tão importante.

 

A vacina contra o HPV previne a infecção pelos quatro serotipos mais frequentes que causam infecção genital, incluindo os dois serotipos mais associados ao cancro do colo do útero. A vacina ajuda a proteger contra o cancro do colo do útero e as infecções genitais por HPV.

 

A vacina deve ser  administrada o mais cedo possível, antes do início da actividade sexual.

 

Para se conseguir a melhor protecção, são necessárias três doses administradas ao longo de seis meses.

 

A vacina é gratuita para as raparigas de 13 anos e que façam 17 anos em 2009, 2010, 2011, nascidas respectivamente em 1992, 1993 e 1994. Para isso, deverão dirigir-se aos Centros de Saúde com o boletim individual de saúde.

 

Em caso de dúvida, contactar a Linha de Saúde 24 através do 808 24 24 24.

 

 

Mais informações:

imagemFolheto da ARS Algarve,IP – Vacina Contra a Infecção do HPV e prevenção do cancro do colo do útero

imagemCircular Normativa da DGS Nº 22/DSCS/DPCD de 17/10/2008

imagemPrograma Nacional de Saúde Reprodutiva – Papiloma Vírus Humano

imagemCircular Normativa da DGS Nº 25/DSCS/DPCD de 22/12/2008

 

imagem
Voltar
RSE - Area Cidadão