rastreio retinopatia diabética
Banner_SemanaTeste_2022
banners_antibioticos2022
i035812
folheto_rastreio_retinopatia_BANNER2
banners_site2017_mamografia3
banner_obrigado_covid19
previous arrow
next arrow

XVI Congresso Português de Reumatologia debate futuro da especialidade

mesa_abertura_spr_2012_2.jpgNo ano em que comemora quatro décadas a Sociedade Portuguesa de Reumatologia, em parceria com as Sociedades Brasileira e Espanhola, organiza o XVI Congresso Português de Reumatologia entre os dias 1 e 5 de maio em Vilamoura, reunindo profissionais de saúde dos três países com objetivo de partilhar experiências e conhecimentos sob o lema de «perspectivar o futuro da Reumatologia».

A sessão oficial de abertura do congresso, que decorreu na quinta-feira, 3 de maio, foi presidida pelo Bastonário da Ordem dos Médicos, Dr. José Manuel Silva, pelo Presidente da Câmara Municipal de Loulé, Dr. Serúca Emídio, pela Presidente eleita da Sociedade Portuguesa de Reumatologia, Dra. Viviane  Tavares, pelo atual Presidente da Sociedade Portuguesa de Reumatologia, Dr. Luis Maurício Santos,  e pela Vogal do Conselho Diretivo da Administração Regional de Saúde do Algarve, IP, Dra. Ana Costa.

No decorrer da sua intervenção, o Presidente da Câmara Municipal de Loulé, Dr. Serúca Emídio, após uma breve apresentação do concelho de Loulé, elogiando as excelentes características que a Região oferece, desejou a todos os participantes «uma óptima estadia, com uma excelente jornada de trabalho».

spr_ana_costa_2012.jpgNo mesmo âmbito, a Vogal do Conselho Diretivo da ARS Algarve IP, Dra. Ana Costa, dando as boas vindas a todos, felicitou a organização deste congresso, salientando a importância deste tipo de encontros para fomentar a troca de conhecimentos entre os profissionais da especialidade. A terminar a Dra. Ana Costa, enaltecendo da qualidade de vida que a Região do Algarve proporciona, lançou o desafio a todos os presentes: «Existe a abertura da Região para receber profissionais da especialidade de reumatologia que queiram vir trabalhar para o Algarve».

Por seu lado, o Presidente da Sociedade Portuguesa de Reumatologia, Dr. Luis Mauricio Santos, destacou o trabalho desenvolvido pela Sociedade ao longo destas quatro décadas, tanto na área da formação profissional, como no apoio e promoção de trabalhos de investigação e estudos, através da atribuição de prémios, bolsas, cursos oferecidos a todos os membros interessados, de modo «a contribuir para a elaboração de políticas de saúde nesta área».

Na sua intervenção, o atual presidente da SPR destacou ainda que nesta edição «por ser uma data especial», decidiram «inovar» e convidaram as Sociedades Brasileiras e Espanholas para participarem em conjunto no evento. «Pretendemos que reflicta os nossos 40 anos, mas igualmente que abra portas e pontes para o futuro, pontes com outros países e com mais reumatologistas que façam deste o primeiro Congresso Português de Reumatologia virado para a reumatologia que fala Português mas também com os que falam castelhano», destacou o Dr. Luis Mauricio Santos, acrescentando que pela primeira vez vai ser promovido durante o evento «um pré-curso de nível internacional» organizado pelas três Sociedades Portuguesa, Brasileira e Espanhola de Reumatologia com vista a criar «um espaço para a troca de ideias» e «em que cada uma oferece os melhores reumatologistas que dispõe em determinada área e em conjunto fazem um curso de revisão avançada em Reumatologia».

mesa_abertura_spr_2012.jpgA encerrar a sessão, o Bastonário da Ordem dos Médicos, Dr. José Manuel Silva, aproveitou o momento, para reforçar a importância de todos em conjunto defenderem «a sustentabilidade do SNS», sublinhando que «temos um dos melhores sistemas de saúde a nível internacional» e que «é preciso preservar». A terminar deixou o desejo de que este congresso seja «produtivo na troca de ideias e experiências e que no final saiamos todos reforçados em termos de qualidade científica e na defesa do futuro do SNS».

No final da sessão procedeu-se à cerimónia de entrega de Bolsas de investigação e a atribuição dos Galardões Reuméritus da Sociedade Portuguesa de Reumatologia aos homenageados deste ano.

De referir que o congresso começou no dia 1 de maio com um curso de investigação clínica, coordenado pelos professores Helena Canhão e Loreto Carmona, com vista «a desenhar adequadamente um projeto de investigação clínica e interpretar corretamente os dados obtidos».

No segundo dia de congresso, decorreu a lição de abertura, pelo convidado especial Professor Marcelo Rebelo de Sousa, que falou sobre a atualidade.

Espondilartrites, reumatologia pediátrica, lúpus eritematoso sistémico, são algumas das doenças que serão alvo de analise durante o encontro que termina a 5 de maio.

Mais informações: XVI Congresso Português de Reumatologia

mesa_abertura_spr_2012_2.jpgNo ano em que comemora quatro décadas a Sociedade Portuguesa de Reumatologia, em parceria com as Sociedades Brasileira e Espanhola, organiza o XVI Congresso Português de Reumatologia entre os dias 1 e 5 de maio em Vilamoura, reunindo profissionais de saúde dos três países com objetivo de partilhar experiências e conhecimentos sob o lema de «perspectivar o futuro da Reumatologia».

A sessão oficial de abertura do congresso, que decorreu na quinta-feira, 3 de maio, foi presidida pelo Bastonário da Ordem dos Médicos, Dr. José Manuel Silva, pelo Presidente da Câmara Municipal de Loulé, Dr. Serúca Emídio, pela Presidente eleita da Sociedade Portuguesa de Reumatologia, Dra. Viviane  Tavares, pelo atual Presidente da Sociedade Portuguesa de Reumatologia, Dr. Luis Maurício Santos,  e pela Vogal do Conselho Diretivo da Administração Regional de Saúde do Algarve, IP, Dra. Ana Costa.

No decorrer da sua intervenção, o Presidente da Câmara Municipal de Loulé, Dr. Serúca Emídio, após uma breve apresentação do concelho de Loulé, elogiando as excelentes características que a Região oferece, desejou a todos os participantes «uma óptima estadia, com uma excelente jornada de trabalho».

spr_ana_costa_2012.jpgNo mesmo âmbito, a Vogal do Conselho Diretivo da ARS Algarve IP, Dra. Ana Costa, dando as boas vindas a todos, felicitou a organização deste congresso, salientando a importância deste tipo de encontros para fomentar a troca de conhecimentos entre os profissionais da especialidade. A terminar a Dra. Ana Costa, enaltecendo da qualidade de vida que a Região do Algarve proporciona, lançou o desafio a todos os presentes: «Existe a abertura da Região para receber profissionais da especialidade de reumatologia que queiram vir trabalhar para o Algarve».

Por seu lado, o Presidente da Sociedade Portuguesa de Reumatologia, Dr. Luis Mauricio Santos, destacou o trabalho desenvolvido pela Sociedade ao longo destas quatro décadas, tanto na área da formação profissional, como no apoio e promoção de trabalhos de investigação e estudos, através da atribuição de prémios, bolsas, cursos oferecidos a todos os membros interessados, de modo «a contribuir para a elaboração de políticas de saúde nesta área».

Na sua intervenção, o atual presidente da SPR destacou ainda que nesta edição «por ser uma data especial», decidiram «inovar» e convidaram as Sociedades Brasileiras e Espanholas para participarem em conjunto no evento. «Pretendemos que reflicta os nossos 40 anos, mas igualmente que abra portas e pontes para o futuro, pontes com outros países e com mais reumatologistas que façam deste o primeiro Congresso Português de Reumatologia virado para a reumatologia que fala Português mas também com os que falam castelhano», destacou o Dr. Luis Mauricio Santos, acrescentando que pela primeira vez vai ser promovido durante o evento «um pré-curso de nível internacional» organizado pelas três Sociedades Portuguesa, Brasileira e Espanhola de Reumatologia com vista a criar «um espaço para a troca de ideias» e «em que cada uma oferece os melhores reumatologistas que dispõe em determinada área e em conjunto fazem um curso de revisão avançada em Reumatologia».

mesa_abertura_spr_2012.jpgA encerrar a sessão, o Bastonário da Ordem dos Médicos, Dr. José Manuel Silva, aproveitou o momento, para reforçar a importância de todos em conjunto defenderem «a sustentabilidade do SNS», sublinhando que «temos um dos melhores sistemas de saúde a nível internacional» e que «é preciso preservar». A terminar deixou o desejo de que este congresso seja «produtivo na troca de ideias e experiências e que no final saiamos todos reforçados em termos de qualidade científica e na defesa do futuro do SNS».

No final da sessão procedeu-se à cerimónia de entrega de Bolsas de investigação e a atribuição dos Galardões Reuméritus da Sociedade Portuguesa de Reumatologia aos homenageados deste ano.

De referir que o congresso começou no dia 1 de maio com um curso de investigação clínica, coordenado pelos professores Helena Canhão e Loreto Carmona, com vista «a desenhar adequadamente um projeto de investigação clínica e interpretar corretamente os dados obtidos».

No segundo dia de congresso, decorreu a lição de abertura, pelo convidado especial Professor Marcelo Rebelo de Sousa, que falou sobre a atualidade.

Espondilartrites, reumatologia pediátrica, lúpus eritematoso sistémico, são algumas das doenças que serão alvo de analise durante o encontro que termina a 5 de maio.

Mais informações: XVI Congresso Português de Reumatologia

mesa_abertura_spr_2012_2.jpg
Voltar
RSE - Area Cidadão